terça-feira, 4 de janeiro de 2011

E Não É Que Se Prostraram, Juliana!



Acredito que vocês acompanharam, em postagens anteriores, alguns comentários de uma irmã chamada Juliana. Juliana não concorda com algumas de minhas convicções e/ou declarações. Desconheço o "porquê"de tanta veêmencia contrária mas compreendo e respeito seu cristianismo, como também, agradeço por suas diversas participações.

O cerne da inquietação de Juliana se deu quando ela leu um trecho da postagem "Quero Deixar Registrado" na qual, eu falava: "...eles que se prostrem diante de mim - que sou filha de Deus!", referindo-me ao Governo, mais precisamente, ao Poder Executivo. Juliana entendeu essa afirmação como se eu estivesse dizendo que eles tinham que "adorar", "se prostrar literalmente" diante dos filhos de Deus. O problema de precipitar uma conclusão a respeito de quem a gente não conhece bem é que, na maioria das vezes, não se sabe o contexto, o cotidiano, os interesses e a guerra travada por trás das cortinas de um palco, de uma tela de computador ou de TV.


A Guerra do Dia 07 de Dezembro de 2010

O que aconteceu comigo um dia antes do Maceió de Joelhos 2010 é uma prova empírica da veracidade da minha afirmação que tanto inquietou esta irmã.

No da 04 de dezembro de 2010, eu amanheci com um cansaço estranho e uma inquietação terrível a ponto de não render e não conseguir fazer nada. Resolvi trancar-me no quarto e assim, passei a tarde e o início daquela noite dormindo e orando, orando e dormindo - algo um tanto esquisito até pra mim mesma - só parei essa dinâmica quando senti a presença de Deus no meu quarto e a inquietação deu lugar a lágrimas, línguas espirituais e quietude. Ao final da oração, deparei-me com a informação de que no mesmo dia 08, pela primeira vez, desde que existe Maceió de Joelhos, os seguidores de Iemanjá usariam a Pça Multieventos (Onde acontece o MDJ) curiosamente, das 10h até as 20h. Eu ri, entusiasmada. Ninguém entendeu minha reação. Eu olhei pra o céu, já era noite, e disse: O Senhor é demais! Me preparou antes! Eu estava preparadíssima para o embate. Bloguei e descansei.

Tínhamos a autorização para usar a Pça a partir das 18 horas até as 23h. Eles também tinham das 10h da manhã até as 20h. Isso iría complicar as coisas. E complicou. No dia 07 pela manhã fui convocada pelo Ministério Público para comparecer em uma audiência a fim de dissolver esse embróglio. Cheguei toda de branco, cabelo e make impecáveis, perfumada e sorridente. E sozinha. Chamei muita gente mas ninguém tava livre. No lado de fora da sala onde seria a audiência pude conhecer meus opositores, alguns deles vestidos a caráter. Contei 9 pessoas ao todo, dentre eles estavam representantes da Secretaria dos Direitos Humanos, Secretaria da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos e outros grupos sociais. Sentou ao meu lado uma Mãe de Santo como que tentando me intimidar e eu mantinha a minha postura firme. Dava um frio na barriga, as vezes, e um sentimento de solidão, mas só era lembrar do dia 04 que eu me fortalecia. Assim que a reunião começou chegou a Dra. Fátima Lima - uma amiga pessoal e advogada experiente.

Foram quase 4 horas de batalha. O Promotor; o representante da SMCCU; e os representantes da Políca Militar e Corpo de Bombeiros estavam exaustos - ninguém tinha almoçado! Eles (opositores) queriam que o MP impedisse o MDJ de acontecer ou nos removesse para outro lugar da cidade. Agi com nobreza em todo tempo. Dei muitas alternativas, inclusive a de eles usarem a nossa estrutura mas eles sabiam o que queriam: O não-acontecimento do MDJ. Neste momento, eles insinuaram que o evento era motivado por forte intolerância religiosa e isto era o suficiente para que nós fóssemos para outro lugar visto que a praia era deles naquele dia. Chegaram a afirmar que já ouve conflitos em outros MDJs e que temiam um confronto maior. Eu pedi para que eles provassem a informação, uma vez que a Polícia fica sem ter o que fazer todo ano - nenhuma ocorrência, nenhumazinha sequer.

Em todo tempo eu recebia mensagens no celular do povo dizendo que estava orando e a vitória era iminente. Na minha casa, toda minha família estava ajoelhada. Minha mãe falou que orava com tanta autoridade pedindo que Deus colocasse as palavras certas em minha boca.

Bem, o penúltimo recurso deles foi o de convencer o Promotor de que seria uma decisão perigosa manter os dois eventos de religiões tão distintas no mesmo lugar, no mesmo dia. Em um dado momento parecia que eles ganhariam - eu gelava. Foi quando fui tomada de autoridade e simpatia e falei:" -Se o Governo do Estado do Rio de Janeiro conseguiu recuperar o controle do Complexo do Alemão sem nenhuma baixa em menos de dois dias, nós conseguiremos realizar estes eventos sem nenhum conflito, além do que, estamos diante de um momento histórico de vencer o preconceito entre as nossas culturas!" Finalmente o comandante da Polícia Militar, até então mais pra lá do que pra cá, se posicionou favorável a nós e deu o veredito: "- E nós vamos estar lá fazendo o quê, afinal? Dá sim pra acontecer os dois eventos!"

Eles teriam que terminar o evento deles 2h antes pra que o MDJ comecasse as 18 horas. E nós, tínhamos que montar nossa estrutura até as 10h da manhã, pois nenhum fio e nenhum barulho poderia atrapalhar o evento deles. Ah, e tem um detalhe: nossa estrutura ficaria no lado da praia, de frente pra pista e eles usariam o palco principal da praça. Diante do acordado, o último recurso deles foi me pedir pra que eu mesma não fizesse o evento lá, usando o argumento de que eu não conseguiria cumprir o prazo e pagaria a multa de 5.000,00.

Nada Feito. Eu adoro desafios.

Às 10 horas do dia 08, nossa estrutura estava lá, chamando a atençao de todos! Explendorosa justamente por estar de um lado que ninguém usa e de frente pra pista. Foram contratadas mais pessoas pra trabalhar na madrugada e deu tudo certo. Porém, algo nos intrigou: Cadê a eestutura de peso que eles disseram na frente das autoridades que já tinham contratado? Cadê a multidão? Cadê os banners com símbolos do candomblé que eles temiam chocar os evangélicos? Não tinha nada disso lá. Havia uma tenda 6x6 no centro do imenso palco central da praça e um carro de som. Outro detalhe: Não tinha ninguém na praça!


Minhas Conclusões



Houve turno de oração durante toda madrugada na praça. A cada três horas uma igreja diferente assumia e ungia toda a praça. Quando a equipe de intercessão do MDJ estava orando lá, duas almas aceitaram a Jesus na madrugada do dia 08.

Deus não sabe o que é derrota. Essa palavra não tem lógica pra Ele. E quanto mais O conheço mais eu vou ignorando essa palavra também. Outra coisa: Nossa luta não é com humanos. Quem se prostra diante da Igreja é o inimigo da Igreja - que usa os humanos, claro, para nos intimidar. Mas quem vai entender isso? Só quem abre a cortina do palco; que consegue ver como o diabo, sorrateiramente, nos calou com uma falsa bandeira branca levantada. Sim! Todas essas leis, todo esse ensino de culturalizar os ritos africanos e convencer os destraídos que o candomblé não mata galinha, nem gato, nem bode; que Pai-de santo não bebe sangue de animais, não raspa a cabeça e que não destrói casamentos, nem tira marido dos outros, nem emprego dos outros, etc....

O que muitos crentes destraídos estão esquecidos é que uma parte relevante das autoridades do Executivo se valem desses ritos para ganharem eleições, tirarem inimigos políticos do páreo com doenças incuráveis e por aí vai.....

A estes, minhas condolências! Pois quem tentar me parar vai resolver diretamente com Papai.

Adoro ser crente.
Eu sou filhinha de Papai. Cuidado!

24 comentários:

Pastor Isaac Filho disse...

ALELUIA! Esse post, Sarah, é mais uma firme e evidente prova de que A ORAÇÃO DE UM JUSTO PODE MUITO EM SEUS EFEITOS (Tg 5:16b). Minha cara, não se incomode ou entristeça com entendimentos e posicionamentos de crentes que bebem leite, pois, comer do sólido mantimento que você e outros poucos servos de Deus comem é apenas pra quem já alcançou, pelo tempo, a condição de mestre, segundo disse o Ap. Paulo em Hebreus 5:12. Meus parabéns! Não pela vitória, apenas, mas pelo seu desprendimento das coisas que são terrenas, passageiras, corruptíveis, vãs e não edificantes. Tens sido boca de Deus na Terra e por isso o inimigo se prostrou diante de ti e se prostrará diante de todo aquele que depender do Senhor e o tiver como absoluto em sua vida. Agora, querida Sarah, resta se cumprir para estes o que disse o profeta Isaías: "Deveras Deus está em ti, e não há nenhum outro deus." (Is 45:14) Isso vai acontecer, tão certo quanto estamos vivos. GLÓRIAS AO NOSSO DEUS PARA SEMPRE, POIS NOS GARANTE VITÓRIAS!

GutoFabrício.com disse...

Amém Sarah, qndo entrei no orkut visitei seu perfil e senti q era pra da uma olhada em seu blog pq alí tinha um testemunho de vitória do povo de Deus.
Bom só posso dar Graças a Deus por sua vida.

"Em tudo somos atribulados,porém não angustiados;
Perplexos,porém não desanimados;
Perseguidos, porém não desamparados;
abatidos porém não destruidos (...)
2 corintios 4:8,9"

Fica na Paz do Senhor. Nenhum homem, ou autoridade da terra irá derrubar o poder da oração e também, aquilo que Deus escolheu para usar como instrumento dEle (Você). Graça e paz.

Att.: Igor Fabrício

Prilíder Ministra de Deus disse...

É isso aii Sarinhaa!Somos INDESISTIVEIS!Nada pode nos deter,pois estamos com o nosso general Jesus!!
com forçaa!!!
bjus

lirayth disse...

POIS É. DEUS ESTÁ CONTIGO E NÃO ABRE FIA. SE DEUS É POR NÓS QUEM É QUE PODE SE ATREVER A SER CONTRA? SAIBA QUE VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHA NESTA GUERRA. QUEM TEM QUE SE PREOCUPAR É O POBRE COITADO QUE SE ACHAR CAPAZ DE AFRONTAR O DEUS VIVO.

Elisyanne disse...

Sarah Parabéns pelo Noivado e A cada dia o Senhor nós mostra sua Grandeza e sua Fidelidade para Nós!
E que venha o Favor de Deus cada dia mais sobre sua vida, pois atraves de sua vida várias outas tbm são abençoadas.
"O céu tem novidades!"
Bjs

Jazanias de A. Oliveira disse...

Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR! Porque será como a tamargueira no deserto, e não verá quando vem o bem; antes morará nos lugares secos do deserto, na terra salgada e inabitável. Bendito o homem que confia no SENHOR, e cuja confiança é o SENHOR. Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto.

Jeremias 17:5-8

Sarah Farias WatchGirl disse...

Migo Jazaaa!!! Apareceu!!!

lirayth disse...

tiIRMÃ SARAH, VC VIRIA CANTAR NUM CULTO EM AÇÕES DE GRAÇAS? COMO POSSO TE CONVIDAR? POR FAVOR ME PASSA O CONTATO, POIS, EM 20 DE ABRIL DAREI UM CULTO EM AÇÕES DE GRAÇAS PARA DEUS POR UM GRANDE LIVRAMENTO DE MORTE QUE ELE ME DEU E GOSTARIA QUE VC ESTIVESSE ENTRE OS CANTORES DESTE CULTO.SE NÃO PUDER COLOCAR AQUI, MANDA PRO MEU EMAIL: lirayth2008@hotmail.com

Sarah Farias WatchGirl disse...

Sim, "Lirayth"!!!

Liga pra cá: 82 3320 7121

Amanda Tintino disse...

Que Benção do Céu!! Viu como Deus estava com vc o tempo todo...e sua mamys orando pra que Ele colacasse as palavras certas em sua boca! Amém!! Pois com Ele somos mais que vencedores! ;D

Murilo Flores Correia disse...

De glória em glória, de vitória em vitória. Glorifico a Deus por suas atitudes frente aos desafios do inimigo.
Prossiga.
O Senhor derrame mais e mais dele sobre ti.

Dc. Gedilson disse...

A Oração sempre é a nossa Sáida Sarah,
glórioso é crer no altissimo, continua assim...
De Joelhos!

Dc. Gedilson disse...

Sara gostaria de te convidar para louvar a Deus em um culto emação e graças sou obreiro do Pr. Ednilson no qual vc conhece muito bem né e ja esteve conosco aqui em Maragogi.
por favor entre em contato ok

gedilson.s@hotmail.com

Juliana disse...

Você é engraçada!

Ri muito quando li este post, mas não pense que ri deboxando rsrsrr, ri por causa do seu empenho em postar, mostrou também que se importou. Mas enfatizo que não estou ridicularizando. Apenas observei que não houve tanto empenho quando você era ridicularizada e perseguida por ser contra a PL 122/06. Nunca postou utilizando o nome daqueles que te perseguiram e perseuiram o evangelho, levantando os podres dos falhos homens terrenos de Deus, fazendo semelhanças, etc.

Juliana disse...

Bom, o que tenho a dizer é:

Glória a Deus!

Pois esse sim foi um prostrar de principados e potestades diante de Deus em reconhecimento de Sua eterna soberania. Pois o Seu Governo é eterno e nenhum dos seus propósitos pode ser impedido. Aquilo que Deus determina para ser ou acontecer é feito, tudo obedece ao Seu comando. Quanto a toda papelada assinada autorizando o evento é o testificar do Espírito Santo de que Ele é conosco e zela por estabelecer o Reino Divino. Isso me deixa feliz e regozijo-me na prevista vitória de Deus sobre as obras do inimigo, pois ele já está vencido. Toda honra e glórias sejam rendidas a Ele, e somente a Ele que usa os que tem prazer em servi-lo, e que, sobretudo, usaria de qualquer meio para executar seus intentos, pois Ele é o Deus que faz um jumento falar e até se os seus não anunciarem a Sua Palavra as pedras anunciarão.

Juliana disse...

Fico feliz também por você ter se lembrado de mim e mencionado o meu nome como título, mesmo que tenha sido como forma de desconto (para me mostrar algo – típico de um colérico rsrsrsr), mas isto não importa, pois não me atinge de forma negativa, e sim positiva. O que vejo e considero mais importante é o poder de Deus e Sua forma de agir. E aprendo cada dia mais com este magnífico modus operandi de Deus que é executado até no momento em que seus filhos dormem e o seu modus probandi para todos os que Nele confiam e esperam, que a Sua vontade sempre prevalece, sendo tudo para o bem daqueles que O amam.

Juliana disse...

Mas posso notar que o que falei lhe trouxe alguma inquietação, que lhe servirá de crescimento, da mesma forma como aprendi, tirei proveito dos seus erros e acertos. Pois até com o diabo aprendemos o que não devemos ser nem fazer, pois nos é prejudicial. É apenas uma questão de o cristão orgulhar-se menos em si mesmo e no final das contas, depois da batalha poder regozijar-se – vigiando sempre, é claro - se deliciando com os doces frutos da colheita proporcionada pelo Agricultor Celestial e poder com toda humildade dizer: Sou servo inútil, apenas cumpri o meu dever (Lucas 17:10), pois Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas, pois ninguém por maiores e melhores frutos que produzir é bom, pois nenhum bem procede de nós e qualquer coisa que brote de bem em nós é Graça Divina, está aí o porque é preciso ser ponderado.

Juliana disse...

A convicção que tenho quando sinto Sua presença; de que se soubéssemos, se tivéssemos a real dimensão da Santidade do Rei, “andaríamos” pelas ruas, nas praças e calçadas literalmente prostrados em adoração, como na loucura dos anjos a dizer: Santo, Santo, Santo é o Senhor, a Ele toda Glória, a Ele toda honra, a Ele todo louvor, todo domínio, força e poder, pelos séculos dos séculos, assim seja. Dá para imaginar algo assim, aqui na terra? É estupendo! Glória a Deus! Esse dia está próximo. E há quem entenda isto como loucura, fanatismo... Mas esta é uma outra discussão.

Juliana disse...

E todo rancor, exaltação a si mesmo, a defesa de cristianismo (o meu cristianismo... o seu cristianismo... só aceitarei o que vier como aprovação ao meu cristianismo... aff), dentre outras coisas terão fim, pois é vaidade de vaidades, coisa nossa, da nossa natureza humana

Juliana disse...

Que venha o dia em que todo joelho se dobrará e toda língua confessará que há um único e soberano Deus. Desejosa pelo crescimento (desenvolvimento) e amadurecimento (pleno desenvolvimento) de todos nós filhos e filhas de Deus, através da instrução sob a luz da Palavra, da conversão sempre, da auto-análise, da introspecção, do temor, principio da sabedoria; da mútua exortação, do aprendizado constante (muitas vezes um com o outro – e por muitas vezes condição insuportável para um coração orgulhoso, presunçoso...), de aprender com o angustiante e muitas vezes insuportável silêncio de Deus (nem todos suportam), da espera da providência, de ouvir a voz de Deus (e continuar acreditando que Ele é conosco, mesmo na hora da adversidade), da humildade de saber voltar atrás quando preciso for; do arrependimento (contrário de remorso, mas arrepender-se no sentido de viver em estado de metanóia, de poder dizer com toda coragem de genuíno cristão: Pequei Senhor, me quebra e me refaz...), do amor ao próximo – maior prova de que é cristão, da ponderação, de experimentar a doçura da Sua presença, no sentir o coração cheio da paz que excede todo o entendimento e o desejo de adorar, do desejo de amar todo mundo e realmente amar e desejar que este também seja cheeeeio e transbordante Dele, de ficar mais e mais perto e ir mais profundo – de gritar ao mundo como Ele é bom e ter dentro de si a certeza absoluta de que Ele é, e não há outro que possa se assemelhar. E por saber que é assim, apenas repousar, habitar no Seu esconderijo, onde nenhum mal poderá nos tocar!

Juliana disse...

A vida é cheia de aprovações e reprovações, faz parte. TODOS nós temos que estar preparados para isto. A verdade é uma só, Cristo! Sendo que nem toda crítica é com o intuito de fazer parar ou destruir, por incrível que pareça, (pois existem 2 tipos de crítica, que não precisarei mencionar) é também amor ao próximo, é zelo. Se auto-percebendo, falando muitas vezes por ter adquirido alguma experiência no assunto e estar aprendendo a cada dia. Aprendendo até com o que fala (se porventura estiver de acordo com as Escrituras ou não) pois é ministrado para si também, no reconhecimento de que também é ser humano e não sabe tudo e nem provoca com exaltação dizendo-se espiritual, transmitindo, sem perceber, um espírito de competição, sem ponderar que as pérolas de Deus também são Graça e Misericórdia e motivo não só de alegria, mas também de constrangimento por ser tão falho (pois faz parte da natureza humana) e recebê-las não por que o amamos ou escolhemos, mas por que Ele nos amou e nos escolheu primeiro. Mas os que só aceitam o que vier como aprovação ao seu modo de pensar ou falar NUNCA alcançarão este entendimento, mas sempre se sentirá perseguido, afrontado... Conhecemo-nos a nós mesmos, e se no final percebermos que nada sabemos, então já será um bom começo!

Juliana disse...

Super Feliz pela Graça que superabundou no MDJ! Pena que não pude estar lá. Faculdade (trabalhos, etc)!

Que a existência deste evento seja um exemplo para outras regiões do Brasil e alcance várias nações (creio absurdamente nesta possibilidade), multiplicando –se e carregando em seu gene sempre a possibilidade dentro do impossível, assim como Ele é, pensa e faz!

No coração, sempre um desejo...
Menos de mim e mais Dele!

Ponderação sempre!

Sabedoria, força, perseverança, coragem em amor, a todos que amam as coisas Divinas.

Aos que ainda não amam, desejo que amem!

Nos gloriemos na cruz!

Servindo ao próximo em amor, fazendo justiça a palavra do Senhor, que nos revela o caminho, a maneira de fazer saber aos outros que somos filhos Dele. Amém!

Transmitindo a verdade do evangelho, o verdadeiro cristianismo (o amor), que não vem de nós, para que não nos gloriemos (até nisto Deus é perfeitíssimo em sabedoria), mas nos é ensinado (imposto, pois é indispensável - amarás) por Ele.
Não é meu não é seu não pertence a ninguém, procede Dele que é... Amor!

Aplausos para Deus! E se por acaso não vier o pão, que comamos das migalhas que caem da mesa do dono da casa onde há muuuuitas moradas! Rsrsrsrsrsrs

Juliana disse...

♥ Ass: Aquela que bebe do leite (pois é isto que afirmam e glória a Deus por isto, esqueceram apenas de dizer que como das migalhas que caem da mesa, rsrsrsr, mas enfim, este é o melhor lugar, o lugar onde o ser humano pode se discernir como ser humano e não como um semi-deus, vendo-se dependente, servo, pó, erva que com o tempo desaparece...) que sai das tetas da Graça Divina, devido as misericórdias Dele serem infinitas e o amor Dele incondicional, a ponto de dar o seu único Filho como Sacrifício de imensurável amor pelos pecados de todos e que concedeu empiricamente e não foi ontem, mas há algum tempo e ainda o é hoje – digo empiricamente para a própria, pois quem já experimentou e experimenta é quem sabe e não tem como provar para ninguém, este que quer, busque e achará e se encontrará nesta mesma contradição, que é tão somente uma certeza inabalável - a marca da Sua Gloriosa presença e perdão, tão somente por que Ele é amor e não vê como o homem vê. E nisto não me vanglorio, pois Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas. Ao absoluto, ao tudo, ao que era, ao que é, ao que há de vir toda exaltação, honra, glória e poder para todo o sempre, não somente em obras para que o homem nisto não venha gloriar-se por ter tido a atitude de IR... Mas sempre e sempre deixar presente o desejo de exaltá-Lo e não mostrar que é uma bênção, mas mostrar que Jesus é uma bênção nas suas vidas. Mais Dele, menos de nós. Para mim, isto é o mais importante... SEMPRE EXALTÁ-LO, ADORÁ-LO, antes, no momento e DEPOIS da bênção, através dos meios disponíveis e possíveis e o mais, aquilo que como seres humanos damos importância virá no seu devido tempo, ao modo e vontade Dele, a saber, bom, perfeito e agradável!

Aleluia! Deus é muito bom ♥

Juliana disse...

Ah, e não pense que é o seu blog que é irresistível.

Deus é irresistível, falar Dele é um privilégio!

Exalta mais a Ele aqui também, com postagens mais edificantes.Please! please!

Sei que não deveria nem estar postando, mas pra que tanto orgulho se o futuro é a morte e se Deus se opõe aos orgulhosos? rssrrsrr

Fica na graça ♥ Sabedoria ♥