sexta-feira, 4 de maio de 2012

A Blasfêmia da Música "Hallellujah" Interpretada por Jota A no Raul Gil



Confesso que me surpreendi quando fui pesquisar a origem da música Hallellujah quando pretendia incluí-la no meu repertório de covers para eventos ao vivo de 2012. Ainda bem que tive esta precaução, caso contrário, passaria um grande vexame e estaria participando ingenuamente da profanação criada por Leonard Cohen, escritor canadense de 78 anos, hoje convertido ao budismo e consagrado a monge.

Tirando a letra, uma bela combinação de acordes perfeitos que emocionam qualquer humano sensível à música. Uma cilada - das grandes! Creio que os próprios artistas mirins que a interpretaram no Raul Gil , o fizeram na inocência. Vale lembrar que esta música também está na trilha sonora de Shrek 1..aff!

O que estaria passando pela cabeça desta criatura quando compôs estes versos que zombam da queda do Rei Davi? Vejam a tradução abaixo:

Aleluia

Eu ouvi que havia um acorde secreto
Que Davi tocou e louvou ao Senhor
Mas você não se interessa mesmo por música, não é?
É assim - a quarta, a quinta
A menor cai, a maior ascende
O rei perplexo compondo aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia.

Sua fé era forte, mas você precisou de provas

Você a viu se banhando do telhado

A beleza dela sob a luz do luar te arruinou

Ela te amarrou numa cadeira da cozinha

Ela destruiu seu trono, cortou teu cabelo

E dos seus lábios ela extraiu a aleluia


Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia.

Talvez eu já tenha estado aqui antes
Eu conheço este quarto, eu andei neste chão,
Eu costumava viver sozinho antes de conhecer você.
Eu vi sua bandeira no arco de mármore
O amor não é uma marcha vitoriosa
É um frio e triste aleluia

Aleluia, aleluia, o aleluia, aleluia.

Houve uma época em que você me deixou saber
O que realmente contecia lá embaixo
Mas agora você nunca me mostra isso, não é?
E lembra de quando eu me aproximei de você
A escuridão sagrada foi junto também

E cada suspiro que déssemos era aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia, o aleluia.

Talvez lá haja um Deus acima
E tudo que eu sempre aprendi sobre o amor
Foi como atirar em alguém que te desarmou
E isso não é um choro que você pode ouvir à noite
Não é alguém que vê a luz
É um frio e triste aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia,
Aleluia


Sangue de Jesus tem Poder!

137 comentários:

Jonathas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabriela Umbelino disse...

É verdade SArah, acabei de ver o vídeo do shrek com letra e tudo mais.. uma blasfêmea. Que Deus tenha misericórdia de quem faz uma coisa dessas... Fique com Deus amada.

Hamilton Júnior disse...

Assunto polêmico, né Sarah?

Acredito que de fato a música não traz nenhum benefício cristão em relação a letra original em si. Contudo, a "new version" por Jota A é diferenciada, claro. E em sua real versão, trata-se (ao meu ver) de uma música sobre a relação Davi & Betsabá, com conotações inclusive, sexuais. Este alerta é importante, visto que realmente não se tem uma trajetória cristã na música original. Mas temos aí (eu tenho) relatos de pessoas que se aproximaram de Deus através da música em sua nova versão. Entendo completamente a sua posição e concordo com ela, mas que Deus tem manifesto seu poder sobre a vida de Jota A, inclusive cantando a música em sua "atual versão", não posso dizer, que não. Ou seja, onde abunda o pecado superabundou a Graça de Deus. Há ainda exemplos de algumas músicas cristãs compostas por artistas seculares (U2 - 40) por exemplo, que é gravada por Michael W. Smith, e ambas falam na volta de Cristo. Costumo dizer isto porque esse assunto apesar de polêmico precisa de mais aprofundamento, ao meu ver entre igrejas cristãs.

Um abraço, e sucesso de Deus na sua vida, sempre.

Sarah Farias WatchGirl disse...

Pois é Hamiltom, uma polêmica! Eu não acredito em fruto "bom" de árvore "bixada". Já vi o Bono Vox (U2) cantando um salmo completo e a platéia chorando e posteriores testemunhos. Será que chorar com uma canção e citar versos a Deus é realmente se aproximar de Deus?

Sobre o Jota A, estou certa de que ele e outros cantores mirins não sabiam da verdadeira origem desta música.

Agora, vale lembrar que Bono é filho de evangélico com mãe católica, teve sua fase na Igreja e o resto todo mundo sabe.

Eu não autorizo minhas músicas para "incircunsisos" gravarem, como também pretendo não precisar de nenhuma inspiração de nenhum filisteu!

Entendi seu comentário e até concordo com ele.

Muito obrigada pelo sua participação

Riberlan Calheiros disse...

Oi Sarah a paz! mesmo longe, tenho acompanhado seu ministério que tem sido uma benção para o estado de Alagoas e logo, EM NOME DE JESUS EM TODO BRASIL, para glória e honra do nome do senhor!
Pela nisericordia do senhor estou afrente de um trabalho aqui na igreja e tenho muita preocupação com a parti do louvor, pois a uma importancia literal na hora do louvor, principalmente quem levar o povo de Deus adora-lo. Eu glorifico a Deus pela sua vida,pois vejo que existe essa preocupação em sua vida ministerial tambem,fica na paz.

adm.AmadoPai disse...

Já havia pesquisado sobre essa musica tbm viu Sarah, realmente a musicalidade dela eh muito boa, mas o significado nao.

Ernesto disse...

Olá Sarah, talvez você não me conheça mas sou seu irmão em Cristo e congrego na El Shaddai.
Bem, como aqui é um ambiente público todas as coisas que são postadas estão sujeitas a comentários, sejam eles positivos ou contrários.
O meu comentário é positivo, de uma certa forma, mas contrário ao seu pensamento.

Li o que você postou e admiro a possível preocupação com os louvores entoados a Deus, mas receio que lhe faltou um pouco aprofundamento na sua pesquisa.
Fui ao google e percebi que o PRIMEIRO site que aparece quando a pessoa coloca "Hallelujah Tradução" é o link da tradução da animação Shrek. Realmente, a letra NO FILME fala de "Escuridão" e tudo mais, usando a palavra inglesa "darkness" na estrofe.
Mas conheço essa música há muito tempo, e sempre gostei dela, é uma visão romanciada da queda de Davi, fala um pouco de Sansão (uma frase basicamente).
Fiquei intrigado pela palavra usada por você, "Blasfêmia", e até então não vi nada que blasfemasse o nome de Deus, a não se essa troca de palavras, pois no lugar de "darknesses, na versão original tem "dove" (isso mesmo, a mesma do sabonete) que significa "pomba", então o compositor falou "pomba santa". Nessa estrofe é DEUS falando para Davi. A tradução correta da música original fica:

"Houve um tempo em que você me dizia
Tudo o que realmente acontecia
Mas agora você nunca me mostra, não é?
Mas você se lembra quando eu entrei em você
E a pomba sagrada também entrou
E todo o suspiro que dávamos era um Aleluia"

Ou seja, não tem NADA de blasfêmia.
Quando pesquisei mais a fundo, vi que há um site que fala exatamente isso que você falou, fala até de ato sexual com Deus. Onde tem isso na música? O fato é que não existe isso na música.

Se prendendo mais ao seu título da postagem: "A Blasfêmia da Música "Hallellujah" Interpretada por Jota A no Raul Gil" não há nenhuma blasfêmia na versão cantada por Jota A, da mesma forma que o Lazaro fez a versão gospel da música "Eu Sou De Jesus", antes "mundana" o Jota A cantou uma versão mais "GOSPELIZADA" dessa música.

Sobre Bono e outros cantores classificados por você como "filisteus" e "incircuncisos" só tenho a dizer que infelizmente você cometeu um erro de julgamento.
Bono já se declarou mais de uma vez (e bota vez nisso) publicamente cristão, protestante e tudo, tem até uma entrevista com ele no youtube onde ele fala sobre o seu relacionamento com a igreja. Sobre o passado dele, qnd vc fala "e o resto todo mundo sabe", bem, do passado dele eu não sei de nada, se Deus que é nosso Juiz já esqueceu quem sou eu para lembrar?
acho que realmente voce deveria rever algumas afirmacoes e ter mais cuidado ao postar essas coisas, pois vc como visada no cenario gospel estadual exerce uma certa influencia em quem gosta do seu estilo de musica e seus pensamentos tem o mesmo efeito. Um pensamento equivocado pode propagar pensamentoS equivocadoS.

Fique na paz e espero nao ser interpredo erroneamente.

António Jesus Batalha disse...

Passei e encontrei seu blog, li algumas coisas, seu blog é muito bom, quero deixar um incentivo: Continue a deixar-se guiar pela grande vontade de Deus, continue a ouvir a voz do Espírito Santo, e a escrever o que você sabe que é a vontade de Deus, tanto para ganhar outros para Jesus, quer incentivar nossos amigos a ficarem mais perto do nosso Deus. Deixo também um convite, mas é apenas se o quiser fazer, pertencer aos meus amigos no Peregrino E Servo, claro que irei retribuir.Um obrigado,e muita paz de Jesus.

Hamilton Júnior disse...

Oi, Sarinha. Vi agora o teu comentário em resposta as minhas proposições. Percebi que como disseste, até concorda com a minha forma de pensar a respeito destas músicas, vi também o comentário do Ernesto, membro que congrega lá na El Shaddai, da mesma forma que eu. Eu tenho uma posição em relação a isto que eu considero uma forma clara de tratar. Todos tem suas opiniões, claras, conscientes e decididas, porém, o que nos une em Cristo é justamente o dia em que Ele deu a sua vida por nós. Eu respeito a sua decisão de não buscar influências musicais em artistas seculares (não chamaria de incircuncisos ou filisteus), eu diria que não são todos os artistas seculares que poderíamos classificar desta forma. Isto é um posicionamento seu, e eu concordo que você deva tê-lo. Mas não é escondido de ninguém que eu afirmo que ouço e curto determinadas bandas seculares, isto não me afasta de Deus, na minha visão. Por isso que tudo vai para o campo da polêmica, das devidas decisões de cada um e dos discursos inflamados de paixão para defender pontos de vista pessoais. Para mim, parto do seguinte princípio: Tem algo na Bíblia que claramente proíba que você faça determinada coisa? Se sim, com certeza eu vou acatar a decisão bíblica, que é meu manual de vida, se não, não creio que devo seguir posições humanas, apenas para agradar, por mais que pareça uma boa causa.
Resumindo o que eu quero dizer, é, que gosto muito de você, valorizo muito a nossa amizade, oro para que você alcance sempre o Sucesso de Deus na sua vida, e caminhe a passos certos no seu caminhar, e acredito que sua decisão frente a este assunto, é só sua, e você deve seguir em frente em relação ao que acredita, e eu seguirei a minha, e nos veremos muitas vezes para contar essa e outras histórias.

Um abraço.

Sarah Farias WatchGirl disse...

Ok, Pessoal!

Vamos por partes.

Obrigada Hamiltom, Ernesto, Gabriela, Riberlan, Antonio Jesus Batalha.

Aprecio a opinião dos leitores e por isso, não as apago - exceto em casos de ofensa.

Não falei de blasfêmia ao nome de Deus, falei de blasfêmia no sentido de ser um conteúdo indecoroso que "poeticamente" celebra a queda de alguém que, apesar de ser humano, Deus o considerou como homem segundo o Seu coração ( Atos 13.22.), homem que conquistou Jerusalém e, precursor importantíssimo na genealogia de Cristo, a ponto de Mateus 1. 1. começer o Novo Testamento dizendo:Livro da Geração de Cristo, filho de Davi, filho de Abraão.

É como se eu fizesse uma canção celebrando a morte de Cristo sem a ressurreição; celebrando a queda de Sansão sem seu desfecho final no qual ele cumpre sua missão não obstante sua humilhação;celebrando a mentira de Abraão no Egito, a fraqueza de Sara, de Eva, de Caim, de Adão, etc.

Quem se alegra com esta "poesia"? Deus ou o diabo com "d" menúsculo mesmo?

Outra coisa complicada é a prodigalidade de declarações de gente famosa do tipo: Sou cristão, sou evangélico, sou protestante.A última vez que Bono veio ao Brasil, logo após cantar um salmo todo "inspirado", chamou uma fã para o palco e simulou carícias e olhares sensuais, mas isso faz parte do show não é mesmo? Adimiro o Bono em atitudes cristãs como um ativista da paz mundial e até como artista,não como um cristão verdadeiro. Como está escrito em Isaías 29.13"..esse povo se aproxima de mim, e me honra com palavras mas seu coração está longe de mim..", se aplica acertivamente em "pessoas" que amam a Deus com palavras e até se aproximam dEle, mas o coração está nas concupiscências terrenas.

Falar é fácil, a gente sabe.

Sobre minhas declarações fortes como "filisteus", "incircunsisos" não as considero inapropriadas, uma vez que os termos remetem conotativamente à "cultura estranha e politeísta" e "santificação, exclusivismo e separação" - nesta órdem.

A única coisa que concordo com vocês e peço desculpas é em ter usado o nome do Jota A no título da postagem sugerindo que ele cantou uma blasfêmia (como é a composição em sua essência original). Meu objetivo foi facilitar a identificação da música já que ele foi o intérprete que trouxe à tona a canção em sua versão gospel(e trágica)e, assim sendo, sua massificação entre os evangélicos atuais.

Não tem como gostar de uma poesia que zomba da imagem e semelhança de Deus e repete: Deus seja louvado (ALELUIA)!

Particularmente, é uma falta de criatividade muito barata colocar uma letrinha gospel numa melodia não gospel, que sabe lá Deus e o diabo, onde, como e em quais cisrcuntâncias foi gerada.Nunca gostei disso! Opinião pessoal, ninguém precisa concordar.

Deus é santo e gosta de exclusividade - isso é nítido em toda a Bíblia.

Obrigada por enriquecerem nosso Blog com suas participações!

Riberlan Calheiros disse...

kkkk... VOCÊ NÃO SABE MAS VOU DIZER, SEMPRE TE ADMIREI COMO CRISTÃ OUSADA.. VOCÊ TEM RESPOSTA PRA TUDO! (ISSO SÓ TEM UMA RESPOSTA-BIBLIA) KKK...ISSO MESMO, VAMOS ARREBEMTAR COM A CARA DO CÃO!

Ernesto disse...

PARTE 1

Olá Sarah, a paz!

Primeiro quero deixar claro que a MINHA opinião não reflete a opinião da minha igreja.
O posicionamento dos meus pastores lá são praticamente iguais aos seus em quase todos os sentidos (se não em todos), como estou lá por escolha me submento, espontaneamente, as direçoes dadas pelo meu pastor, mas a questão de opinião, como vc mesmo deixou claro, é muito pessoal.
Tanto a resposta anterior quanto esta.

Bem, sobre questão do Bono já percebi que não há o que argumentar, mesmo achando que não devemos classificar pessoas por ações isoladas, mesmo pq se fosse assim Ana Paula Valadão tbm estaria praticando heresias nas simulações animalescas e assim já era ela como exemplo de cristão, sem contar outros feitos por outros representantes da nossa fé na atualidade.

Sobre a separação do santo e do sagrado, música evangélica e musica mundana tenho um pensamento bastante diferente. Acho complicado classificarmos dessa forma.
Quantas músicas do meio gospel trazem mais desfavor a fé cristã quanto uma música não gospel? Várias, e mesmo assim é classificada como gospel e a outra como do mundo.
Existe uma banda cristã (que não gosta de ser classificada como gospel justamente por isso)chamada Palavrantiga, em suas letras do último CD somente em UMA música existe o nome Jesus, nas outras eles fazem menções e referencias ao nome, usando os termos como "caminho" entre outros, que para uma pessoa sem o mínimo de conhecimento bíblico (fácil de achar até dentro da própria igreja) não entenderia que a música se refere a Jesus. Aí a gnt pode pensar: "poxa, eles estão camuflando uma música no lugar de expor de uma vez a mensagem de Cristo?", mas não, suas letras são muito inteligentes (difíceis de entender para muitos cristãos) uma mesmo eu tive que pesquisar praticamente cada frase para poder entender sua mensagem (Nome da música: Rookmaaker).
Bem o que quero dizer com isso é que, para mim, fazer essa separação entre o santo e o profano, a luz e as trevas, não é tão fácil de se fazer assim, apenas por um rótulo. Existem músicas "não-gospel" quem falam mais da verdade do que músicas do meio gospel, músicas gospeis que desvirtuam o sentido do louvor (temos um bom exemplo de uma banda local que prefiro n citar o nome) onde as pessoas esquecem a letra (o pouco de conteúdo que tem) e se deixam levar pelo ritmo contagiante e "vulgar".

Mesmo quando fazemos essa divisão, baseados nessa classificação (gospel e mundano) cometemos uma grande falha, acabamos sendo um pouco hipócritas (me incluo aí tbm), pois a...

Ernesto disse...

PARTE 2


música, como sendo UMA das VÁRIAS formas de arte que existem, não pode ficar só nisso. Se só ouvimos músicas compostas e cantadas por pessoas crentes então também devemos assistir filme feito, atuado, produzido, vendido ou locado, etc, por pessoas crentes, apreciar quadros pintados e expostos por crentes, ler apenas livros escritos, editados e vendidos por crentes.
Se usamos esse critério para as artes pq não para as outras áreas da nossa vida? então vamos lá:
Restaurantes apenas de crentes, comida apenas cozinhadas, plantadas, produzidas por crentes, faculdade apenas de instituições crentes; Médicos apenas crentes, e assim vai.
Acho que consegui passar a minha ideia.
Entendam, não estou dizendo que NÃO DEVEMOS FAZER ESSA DISTINÇÃO, concordo que devemos SIM fazê-las, mas não acho que seja esse o critério a ser usado.

Sobre a música Hallelujah (última vez que falo sobre ela, mesmo pq já coloquei minha opinião acima), continuo pensando do mesmo jeito. Acho a música uma poesia sincera e romanceada sobre a queda de Davi, concordo com vc quando fala que ela se limita a queda de Davi, mas qual o problema nisso?

Jesus diz que Ele é a verdade lá em João 14:6 (se não estiver enganado quanto a referência) e acredito que nenhuma verdade, independente de onde venha, possa ser usada para o mal.
Agostinho ou C.S.Lewis que disse: "Toda verdade, mesmo a que sai da boca do diabo provém de Deus"
E também acho, atém mesmo o diabo diante de Deus TEM que falar a verdade e mesmo saindo dele não vai deixar de ser verdade.
Em outra passagem a Bíblia nos adverte que devemos analisar TUDO, mas reter somente o que for bom.
Esse TUDO para mim é TUDO mesmo, música gospel: ver se está de acordo com a palavra, se sim, se é verdade, pode ser retida.
música não-gospel:ver se está de acordo com a palavra, se sim, se é verdade, pode ser retida.

Bem, acabo aqui minha participação, mesmo pq meu intuito não é convencer ninguém a favor do meu posicionamento, apenas expressa-lo

Espero não ser interpretado mal ao ponto de minhas palavras parecerem uma afronta ou agressão.
Acho que tudo depende da intenção, ela deve ser pura e verdadeira.
Agradeço desde já o espaço para essa discussão sadia, quando em muitos lugares não encontramos essa liberdade.

Sarah Farias WatchGirl disse...

Olá Ernesto!

Mais uma vez, obrigada pela sua participação.

Você não foi mal interpretado, não por mim, pelo menos. Respeito sua opinião e, como estou no meio da música, já ouvi muitas opiniões semelhantes a sua e, passei um tempo da minha vida com essa mesma visão.

Minha visão mudou, porém, na medida que minha comunhão com Deus deixou de ser dominical(nos cultos) e evoluiu para minutos, horas, dias, em secreto, ouvindo-O.

Descobri que "música", é uma arte, sim, que, no Reino Espiritual é usada como arma de guerra e arregimentação. Muitas pessoas foram arregimentadas pelo diabo, através de músicas, sem perceber - sem precisar sair de suas igrejas.

Não posso dizer que cinema é uma arma de guerra, apesar de ser um canal de destruição e edificação também.

Mas a música foi usada em toda a Bíblia para vencer batalhas, quebrar grilhões, expulsar demonios.Tanto Deus quanto o diabo sabem o poder de uma melodia.

Vou citar uma experiência minha, que não é doutrina, mas pode edificar aos leitores. Em uma visita a um casal, onde o marido estava visivelmente pertubado, espumando pela boca, sem falar coisa com coisa, passei um bopm tempo orando, com as mãos em sua cabeça e nada! De repente o Senhor me direcionou a cantar uma canção minha, inédita, que diz assim:

"espírito de morte, veja a vida que habita em mim, espírito do engano, a verdade já me libertou, a palavra pra Deus é criação, minha voz é um decreto na escuridão, a partir de agora vou proclamar e tudo em minha volta vai se transformar..."

O moço foi se acalmando e voltando a si e sua esposa chorou emocionada. Será que qualquer música serviria? ou qualquer pessoa serviria? Não me entenda mal, não estamos aqui a passeio, somos embaixadores do Reino de Deus e militamos em favor dos princípios do nosso Reino.

Por que, quando eu ouvia músicas seculares, eu não tinha essa autoridade? Por que as músicas que eu escrevia naquela época não incomodavam ao inimigo de Deus?

Já parou pra observar que músicas como "Imagine" de John Lennon, We "Are the World" de Michael Jackson, "Então é Natal" cantada em português pela Marina, transmitem sentimentos contrários ao sentido da letra? Tem uma música do Cirque du Soleil que se chama "Alegría" (conheci na minha faculdade) que, ao invés de alegria, ela ministra tristeza, e é uma bela canção.

Bem, em outra oportunidade falarei mais sobre o tema e as questões que você apresentou, pero agora não disponho de tempo, mas fica aí minha impresssão sobre pedaços da sua fala.

Obrigada,

Sarah

Unknown disse...

Sarah, amei a música que você cantou no maceió de Joelhos de 2011 / música: GRAÇAS. Acho que é esse o nome dela!

Sanlopes disse...

OLA SARA GOSTARIA DE DEIXAR UM PEQUENO TESTEMUNHO SOBRE ISSO.
ALGUNS JOVENS ESTAVAM LOUVANDO A DEUS.DEREPENTE ABRIU-SE UMA VISAO DE DEUS PARA CERTA IRMA. ELA VIA AQUELES JOVENS EM DENSAS TREVAS, DEPOIS VIAM UM GRANDE RESPLENDOR DA GLORIA DE DEUS SOBRE ELES.E ASSIM ACONTECIA VARIAS E VARIAS VEZES.TREVAS E RESPLENDOR DE GLORIA.ELA PEDIU A DEUS O DICERNIMENTO DA QUELA VISAO, O DICERNIMENTO FOI: OS JOVENS ESTAVAM LOUVANDO A DEUS COM UMA MUSICA MUNDANA E LETRA SACRA OU LETRA DE LOUVOR A DEUS. E O SENHOR MOSTROU QUE NAO SE AGRADAVA DISSO,RITMOS,MELODIAS MUNDANAS COM LETRAS CRISTAS.

LEMBREMOS DOS AVISOS DADOS PELO ESPIRITO SANTO AOS APOSTOLOS TIAGO E JOAO
SOBRE QUEM QUER SER AMIGO DESTE MUNDO.

A PAZ DO SENHOR JESUS

Christiane disse...

Cara irmã e a interpretação da Aline Barros para esta música??Vc já ouviu???
Onde vc pegou estainterpretação pode colocar o link para que também possamos ter acesso???

Grata.

James Araujo disse...

De fato viver não é nada fácil, contudo creio que Deus nos julgará principalmente pela nossa consciência, fiquem na paz.

Marcos Soares disse...

Sarah oq eu vou escrever aqui não tem nada a ver com o assunto mas vamos lá eu me mudei para o Rio de Janeiro eu era da Sara Nossa Terra Benedito Bentes (Arena6) e trouxe na minha bagagem uns cds seus (eu faço part dos 7 Mil) nuss estou e vou fazer mais filas p/ emprestar o cd e claro presenteei alguns amigos meus em breve tocaremos no culto já que algumas canções aqui p/ eles são novas e as demais tocaram na rádio quando vc vier novamente p/ o rio eu te contato e olho no teu blog Abração e ahhhh mt boa a Postagem li e concordo plenamente =)

Pastor Guilherme disse...

Olá amada irmã ! Fêz muito bem em pesquisar sobre a musica ! Existem muitas que são assim e cabe a nós ter este cuidado ! Deus a abençoe e a guarde em seu ministério e continue alerta e vigilante quanto a isso !
Convido-a a conhecer a minha canção em http://soundcloud.com/kazamarella/pr-guilherme-macedo-ft-solange

Caso queira saber mais sobre nosso ministério veja em www.diadoevangelico.blogspot.com
ou www.terradegosen.blogspot.com

Pr. Guilherme Macedo
pr.guilhermemacedo@gmail.com

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Prezada irmã Sarah Farias,

A paz amada!

Vale a pena vigiar e orar!

Muitos são levados pela correnteza das heresias. Na maioria das vezes pela inocência ou pelo descuidos de muitos que se calam.

Existe no momento uma grande dificuldade no ministério da música.

A maioria está atenta para agradar a mamom, e a Deus o merecedor, o deixam em segundo plano.

O SEnhor seja contigo,

O menor

candy-color disse...

Apesar de ser muito bonita, com acordes bem ligados e harmoniosos, creio que a letra nos remete a refletir sobre o seu conteúdo e mensagem. Veja o link: http://www.vagalume.com.br/jeff-buckley/hallelujah-traducao.html. Há muitas ambiguidades na letra e até assertivas diretas a contradições com as Sagradas Escrituras e o que aprendemos na Graça do Senhor Jesus. Exemplos: 1) "O menor cai, e o maior sobe". Figurativamente à escalas maior e menor, David, que era menor subiu ao trono, e Saul que era maior, caiu do trono; David tornou-se Rei. Cristo afirmou que o menor receberá o Reino dos Céus, então a primeira contradição. 2) "Sua fé era forte mas você precisava de provas. Você a viu tomando banho no telhado." Temos provas de nossa fé somente e exclusivamente através da nossa comunhão com Deus. 'Tomar banho no telhado' significa se expor ao público vergonhosamente ou até com blasfêmia perante a sociedade; no caso, a fé se fortalecia com atitudes contrárias à boa moral cristã. 3) "Mas houve um tempo em que você me disse / O que realmente acontecia lá embaixo / Mas agora você nunca me mostra, não é? / Mas você se lembra quando eu entrei em você / E a pomba sagrada também entrou / E todo o suspiro que dávamos era um Aleluia". Verso extremamente controverso. O que acontecia embaixo? Embaixo é a Terra, ou o Inferno, figurativamente, para onde os anjos rebeldes foram lançados. Lembrar como me incorporei em você e a 'pomba sagrada' também entrou. Sabemos que a Graça de Jesus Cristo abomina qualquer imagem, ainda mais que incorpore em nós, pois somos somente casa do Espírito Santo. Qualquer simbologia é contra a pregação e obra de Cristo, inclusive a cruz e o peixe (que tantos adesivam nos carros), pois a adoração passa a ser da imagem e esquece-se do Espírito e da Alma. A parte final diz davam suspiros como se fosse Aleluia: suspiros juntos, figurativamente é ato sexual, ou seja, blasfema do Aleluia.

Unknown disse...

Apesar de ser muito bonita, com acordes bem ligados e harmoniosos, creio que a letra nos remete a refletir sobre o seu conteúdo e mensagem. Veja o link: http://www.vagalume.com.br/jeff-buckley/hallelujah-traducao.html. Há muitas ambiguidades na letra e até assertivas diretas a contradições com as Sagradas Escrituras e o que aprendemos na Graça do Senhor Jesus. Exemplos: 1) "O menor cai, e o maior sobe". Figurativamente à escalas maior e menor, David, que era menor subiu ao trono, e Saul que era maior, caiu do trono; David tornou-se Rei. Cristo afirmou que o menor receberá o Reino dos Céus, então a primeira contradição. 2) "Sua fé era forte mas você precisava de provas. Você a viu tomando banho no telhado." Temos provas de nossa fé somente e exclusivamente através da nossa comunhão com Deus. 'Tomar banho no telhado' significa se expor ao público vergonhosamente ou até com blasfêmia perante a sociedade; no caso, a fé se fortalecia com atitudes contrárias à boa moral cristã. 3) "Mas houve um tempo em que você me disse / O que realmente acontecia lá embaixo / Mas agora você nunca me mostra, não é? / Mas você se lembra quando eu entrei em você / E a pomba sagrada também entrou / E todo o suspiro que dávamos era um Aleluia". Verso extremamente controverso. O que acontecia embaixo? Embaixo é a Terra, ou o Inferno, figurativamente, para onde os anjos rebeldes foram lançados. Lembrar como me incorporei em você e a 'pomba sagrada' também entrou. Sabemos que a Graça de Jesus Cristo abomina qualquer imagem, ainda mais que incorpore em nós, pois somos somente casa do Espírito Santo. Qualquer simbologia é contra a pregação e obra de Cristo, inclusive a cruz e o peixe (que tantos adesivam nos carros), pois a adoração passa a ser da imagem e esquece-se do Espírito e da Alma. A parte final diz davam suspiros como se fosse Aleluia: suspiros juntos, figurativamente é ato sexual, ou seja, blasfema do Aleluia. (continua)

Unknown disse...

4) "Talvez haja um Deus lá em cima / E tudo que eu já aprendi sobre o amor / Era como atirar em alguém que tirou você / Não é um choro que você pode ouvir de noite / Não é alguém que viu a luz / É um frio e sofrido Aleluia" Este último verso fecha a maior blasfêmia para o Cristão: "TALVEZ haja um Deus lá em cima", como assim talvez, nós, se quisermos nos salvar, cremos de todo o nosso coração, de alma e de entendimento na existência de Deus, não pode ser uma possibilidade. Mas isso significa dizer que o ocultismo crê em um deus, de duas faces, que criou o bem e o mal. O deus do bem é o deus das religiões ocultas (entre elas, a Maçonaria, Rosa-Cruz, Eubiose, Teosofia, etc) e o deus do mal é o Deus dos Hebreus, o Deus da Bíblia. Por isso, a ambiguidade da letra pois se refere ao deus oculto, que luta contra o Deus da Bíblia com a intenção de vencê-lo. Por isso, em tudo que se vê em livros, filmes, há sempre a luta do bem contra o mal. Ora, Nosso Deus é Deus que criou somente o Bem, o mal veio da inveja de Lúcifer, e mais, Nosso Deus não luta para vencer o mal, pois Deus já venceu a guerra, Ele é invencível, é Supremo, não se pode vencê-lo. Essa suposta luta do bem contra o mal é apenas o ensejo para criar ilusões nas pessoas e levá-las até a morte sem saber por qual caminho andaram. Por isso, se diz que o caminho é estreito e apertado para os que querem se salvar, e largo para os condenados. E observe as últimas frases: 'Não é alguém que viu a luz / É um frio e sofrido Aleluia". Aqui se comprova que só se conhece o verdadeiro amor quem viu a luz (ou Lúcifer), retira Deus de cena. E finaliza: Alguém que não viu a luz (anjo de luz = Lúcifer) é somente um frio e sofrido Aleluia. Ora, Aleluia é expressão de suma glória para Deus, deve ser fervoroso, espiritual, em comunhão perfeita com Deus. Em resumo, o amor vem de Lúcifer, e o que passar disso é somente um frio e sofrido Aleluia, que é "Louvai ao Senhor".
É apenas minha interpretação das coisas, cada um entende como lhe aprouve. Finalmente, não se transforma música secular em música sacra, pois os próprios acordes são feitos com o fim próprio. Música cristã tem inspiração no Espírito Santo, o que passar disso é contra o conselho da Santas Escrituras.

JDS disse...

ALELUIA
Termo de hebraica, que é a soma de \"hallal\" (que significa louvor), mais \"yah\" (que significa YAHWEH, de forma abreviada), portanto ALELUIA significa \"louvor ao Senhor\".
Quem é que quer imitar o Altissimo?
Vemos em Isaias 14:12-14 que diz:
Como caíste do céu, o estrela da manhã, filho da alva!
Como foste lançado por terra, tu que debilitava as nações!
Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas do Altissimo e exaltarei o meu trono e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do Norte; subirei das mais altas nuvens e serei semelhante ao ALTÍSSIMO.
A maior blasfêmia é usar o termo Deus se referindo ao ALTISSIMO /YHWH .
Pois a origem desse termo representa justamente o que diz em Isaias 14: 12-14,
Deus/ Zeus/ Zeuth
Júpiter ou Zeus / Deus é o mesmo que Júpiter para os Romanos que vem da palavra Diu na declinação, na terceira Dii, na quarta declinação Dia ou Luz/Sol.
-Muitos dizem : mais isso não tem problema pois Deus começa com D, saiba que a letra D é terceira declinação da letra Zeta do Grego
Deus significa Céu ou Luz do Céu igual ao Sol ou Brilhante/ Luz da manhã .
Quem foi que caiu? Veja a gravidade do Problema?
Eu tambem não acredito em fruto bom de arvore bixada!

Antonio Ferreira de sousa disse...

JOTA A CANTA A NOVA VERSÃO DA MUSICA HAllellujah,muito linda,e uma exaltação a Deus.A original e a pura blasfêmia,pode-se notar no inglês dele a palavra Davi,e a do jotta a (não tem essa palavra e outras mais)Apalavra aleluia e uma exaltação linda ao nosso Deus,e uma glorificação,e o mesmo que dizer majestade, por isso todos gostam,pois todos tem sede de Deus,somos todos criaturas de Deus,o autor da musica original e igual a ELLEN WHITE, JOSEPH SMITE, ALLAN KARDEC,RUSSEL, LUCIFER. Todos se revoltaram com Deus e mudaram as escrituras, transformando em blasfêmias.

Silas disse...

encontrei esse blog legal! e quero dar os parabéns pelos comentários,e dizer a todos que to feliz por pessoas inteligentes com voces..abraços, Silas Alves de Belem

Pietro Sartório disse...

Pessoal pra quem não sabe essa música foi criada por Jeff Buckley e não por Bon Jovi só é cantada pelo mesmo...abraços ótima postagem Sarah, a paz..

Unknown disse...

Quanta bobagem! Isso é fanatismo. Grande coisa foi o Rei Davi... Tem a mesma importãncia que a gente, que qualquer um de nós. Um grnade monmarca, que fez besteira, sim. Aliás, muitas. Cobiçou a mulher do próximo e daí pra baixo. mas, fez grandes coisas, também. E daí que alguém ache graça delas? Não vi blasfêmia alguma nessa canção. É uma bela canção. Blasfêmia é contra DEUS, não contra o mirrento Davi, um rei judeu distante. A música em nada ofende a DEUS e combinou com o momento em que foi cantada no premiado filme do Shrek. Vocês vêem ofensa em tudo. E parecem gostar de falar mais no "cão" do que na turma lá de cima. Por favor, deixem de fanatismo. Aproveitem a vida, que é curta do lado de cá. Sejam felizes!

Unknown disse...

DEUS tem misericórdia de todos. Até de quem posta tanta bobagem. Blasfêmia. Nem sabe escrever direito...

Unknown disse...

Filisteu? Por favor, me poupem. Filisteus não existem mais. E, se existissem, seriam amado pro DEUS tanto quantoqualquer um de nós. Já foram longe os tempso dos judeus patriarcas, atrasadas, mirentos e sanguinários. Vivemos no Brasil, em pleno Século 20. Vocês ainda pensam como os sacanas que crucificaram Nosso Amado JESUS.

Unknown disse...

". Todos se revoltaram com Deus e mudaram as escrituras, transformando em blasfêmias." AH! NÃO... DEPOIS DESSE BESTEIROL, VOU DORMIR. DÁ MAIS FUTURO. TCHAU, FANÁTICOS! ZZZZZZZZZZZ

Unknown disse...

HAMILTON, MEU FILHO... ONDE TEM PECADO NESSA MÚSICA? KKKKKKKKKKKKK ESSES PENSAMENTOS TRISTES DE VOCÊS É QUE NÃO TRAZEM BENEFÍCIO ALGUM NEM AOS CRISTÃOS NEM AO MUNDO, QUE NÃO É FORMADO APENAS POR CRISTÃOS. POR FAVBOR, ESTUDE!

Unknown disse...

O QUE É BLASFÊMEA? DEVE SER A FÊMEA DO BLASMACHO.

fabiums1 disse...

Bem irmã, realmente ele blasfemou contra o nosso Deus. Mas a melodia foi criada antes dele. foin feita por Cohenem em 1980. E Ele começou sua criação (letra) em 1983 terminou em 1984. Em 31 de Outubro de 1988, Cohen fez uma regravação ao vivo da canção em Austin, no Texas, contando com a produção de Leanne Ungar e Bob Metzger.Então irmã, eu creio que as mais de 200 versões não podem tirar o brilho e profundidade que há em algumas letras abençoadas. Sem mais Ev Fábio - Mauá SP - facebook fabiums@ig.com.br

Lindinha de Oliveira Bardasi disse...

Ahhhhh!!! Pelo amor!
Tudo é blasfêmia agora.... Ficam ai falando a paz do senhor e etc e tal, mas dizem que jesus é Deus dão honra a Jesus e não ao seu pai criador do Universo, Jesus mesmo quando veio a Terra deixou bem claro que era pra adorarmos o pai e não a ele e blasfêmia é achar que Deus é uma Trindade e não tem nome ou melhor se chama Jesus cristo, Jesus é o filho de Deus e é Deus que merece louvor pois deus diz na biblia que NENHUM outro ser deve ser glorificado apenas ele, nem ao menos o filho dele... Ahhh vcs nem leem a biblia e fica ai criticando os outros.. Blasfêmia é ter inveja das pessoas e ficar colocando Deus no meio ainda por cima.. Vão arrumar o que fazer ou melhor vão ler a biblia antes de postar tonteita na internet..

Lindinha de Oliveira Bardasi disse...

Ahhhhhhh... Tudo vira blasfêmia agora... Não sabia que o nome de Deus era ALTÍSSIMO pra mim isso é um título e muito menos Deus se chama Jesus, pois este é o filho dele.. Se dizem pastores e o raio a 4 mas nem sabem o nome de Deus, vivem dando somente títulos a ele, dizem que ele é uma trindade, me polpem vão ler a biblia e entende-la ao invés de ficar com inveja dos outros colocando defeito onde não tem.. Blasfêmia é ficar enganando os outros com esse negocio de pastor ou pastora, cuida da vida de vocês se a música é boa ou não fazer o que já foi lançada e a maioria das pessoas amou e ama até hoje... Vão arrumar o que fazer bando de iniquos..

Patrick Barcha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patrick Barcha disse...

Lindinha, você também precisa ler a biblia (todos precisamos diariamente). Esta achando que sabe mais que qualquer um daqui. Qual seria pra você o nome de Deus? Jeová, Jah, iahweh, "Eu sou"? Jesus é Deus. " NO PRINCÍPIO ERA O VERBO E O VERBO ERA DEUS E O VERBO ESTAVA COM DEUS" ( JO 1:1), Jesus era o Verbo, “Verbo fez-se carne e habitou entre nós” (Jo. 1,14). Não existe termo na biblia que diga sobre o termo trindade mas sua excencia esta descrita aqui "Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um."
(1 João 5:7). O espirito santo eh falado em (João 14:16~17).Além disso, tenha mais respeito com os pastores, muitas vidas são abençoadas por eles eu não tenho noção de quantas, mas Deus sabe.

Eu não gostaria se cantar uma musica sem saber o significado dela e depois perceber que ela vai contra meus principios. Por isso que essa questão foi levantada aqui. Paz

Pastor Bovolini disse...

Tem gente falando em nova versão, como se os cristãos dependessem de hereges para compor música bonita para Deus. Vocês usariam uma música do candomblé com uma versão diferente para louvar a Deus na igreja? Vocês usariam a música: "lepo lepo" com uma nova versão para adorar a Jesus?
O que está faltando hoje para os nossos músicos, inspiração? Vão orar!!!
Tem música clássica que não tem letra, esta até pode ser usada colocando uma letra, mas as que já tem letra profana, esqueçam!

Adriano gonçalves disse...

bando de fanáticos religiosos povinho doente viu! é um bela canção vocês acham que sabe de tudo sobre deus sabe porra nenhuma

mireile vignoto disse...

ameu deus como crente gosta de ver blasfemia em tudo. acho que vc devia ver bem o teu equivoco e respeitar a visao dos outros sobre qualquer coisa que seja. nao é preciso enaltecer davi e dizer que ele era perfeito pra louvar a deus. davi errou e errou feio. foi mau, anti etico e viveu episodios onde foi pouco humilde tb. agora nao teremos que lçembrar esses fatos pra louvar a deus? o que tem de estranho na musica? tem algo realmente inapropriado? eu nao penso assim.. um artista, e vc é uma deveria saber, tem uma visao particular sobre o mundo e vc nao é ninguem para dizer que ele esta errado, nenhum de nos é. inclusive a conclusao da musica é clara. ele diz que no final a unica coisa que resta é hallelujah. note que o autor teve ainda o cuidado de usar a palavra em hebraico e na lingua dos judeus aleluia é bem mais amplo que qualquer traduçao possivel. alem disso cara crista. praticante da palavra de deus. quem é vc pra determinar que uma arvore é "bixada"? o nome disso é soberba queridinha...

mireile vignoto disse...

a proposito.. nao se trata de suspiro se trata de sopro e o sopro é como a torah exemplifica o espirito. e cada sopro que fizemos é alelauia.. porque? porque é atravez da vida que se celebra Deus. a hipocrisia depois nos teus comentarios vem com julgar pessoas ( ato permitido so a Deus que é o unico juiz) por açoes isoladas. a proxima vez que na igreja eu ouvir alguem dar o testemunho de que deixou a vida da delinquencia, drogas e prostituiçao ( do que as nossas igrejas estao cheias e os nossos presidios cheios de pastrores assassinos que encontraram o espirito santo e pregam com tanto de biblia em punho) eu vou pensar em vc. vou considerar nulo o testemunho dessas pessoas porque bom fruto nao da em arvore bixada. por favor respeita a nossa fé. ser crente nao significa ser dono da verdade esse é o papel de Deus e teus julgamentos desinformados e pretenciosos nao chegam a ser um bem para os crentes que buscam a Deus no seu coraçao e nao no coraçao dos outros. alem disso olha os conceitos. a santa inquisiçao matou milhares pelo conceito de blasfemia e ainda hoje as pessoas nao sabem o que significa.

Professora Ana Claudia disse...

Devo ter entendido tudo errado, pois ao meu ver a música relata que o amor não é um estandarte de vitória, mas é sim sofrido, frio, vezes bonito vezes destrutivo e que mesmo assim, o queremos. Compara o sentimento "amor" com passagens biblicas, pois o "amor" derrotou sansão e fez cair um rei.
Sinceramente, penso que devemos ter cautela sim com relação a idiomas que não conhecemos, agora imaginar tantas interpretações e transformar isso numa proporção tão assustadora me aflige. Uma simples música, com uma linda melodia que desabafa a dor de se ter no peito esse sentimento tão complexo, o amor.
Paz e bem

Anderson Bruno Lima Costa disse...

Na verdade a música fala sobre as ciladas q o amor pode oferecer, dependendo com quem vc vivencie, nao sendo tão simples como os velhos cliches sociais dizem. Na música eles usa dois personagens bíblicos como comparação do q anteriormente citei: Davi e Salomao. Foram dois homens tementes a Deus q deixaram-se cair na cilada de amores perigosos, afastando-os do Divino.

Elizeu Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
waltair disse...

São muitos comentários! Se nossos olhos fossem abertos teríamos a visão da guerra espiritual que se trava entre anjos e demônios. Leonard Cohen, o compositor, quando li, com 79 anos, que planejava voltar a fumar aos 80, consagrado monge pelo budismo, poeta e compositor após os 30. Não é fã de palco. Não é cristão. Pra mim a canção "Hallelujah" não percebo tom de celebração. David, o rei, compositor, compunha músicas com toda sua devoção até ser dominado pela paixão e cair da sua fé. Se arrependeu e continuou compondo, porém, mesmo perdoado, já não era mais tão ousado e valente como antes. Agora, reerguido pelo perdão de Deus, humilde e conhecedor da misericórdia de Deus.

elienaigaldi disse...

Prezada a paz.
Infelizmente descordo de sua opinião se formos levar ao pé da letra tem várias musicas que cantamos que são só adaptações de letra seculares e cantamos sem pensar na letra como brasileiros e cristãos só se ligamos nos ritmos nada de estudos de letras. Eu coloco e sempre colocarei essa música se for assim não podemos cantar mais nada pois tem composições de musicas da Harpa Cristão e cantor cristão que também são adaptações.
Mais gostei muito de suas considerações e estudos nessa área. Trabalho na igreja com corais a 30 anos já vi de tudo no nível musical então isso não me surpreende.

Pedro Gonzales disse...

O Ernesto disse tudo. O que nos impressiona é a interpretação dos textos. Até hoje existem interpretações totalmente errôneas do Evangelho de Jesus. A própria Biblia se contradiz,pois a mesma foi modificada através dos séculos para benefício de algumas crenças religiosas. Abram a mente e veja o lado bom das coisas. Conheço muitos que se emocionam com a canção,e chegaram a Jesus com ela,e a emoção é universal independente se conhecemos o significado da letra ou não. Por quê vcs não questionam Jesus ,que só vivia no meio de miseráveis,ladrões,prostitutas,etc,ensinando o evangelho a esses,que precisavam de salvação, enquanto muitos religiosos de hoje vivem sentados em tronos de ouro? Muita paz a todos...e que Deus nos ilumine sempre!

Mario Castro disse...

Quem são vocês para interpretarem poetas???

Aff!

fundamentalismo cristão cego!!
mentes como a de vocês desapontam a humanidade.

Denise Valéria disse...

como um cristao pode entoar uma estrofe que diz... talvez haja um deus la em cima , observamos uma letra agnostica que em nenhum momento manifesta a gloria e o perdao divino e sim a chacota e zombaria diante daqueles que humanamente tropeçaram na fe , mas as escrituras mostram que se humilharam reconhecerem seus erros e DEUS OS PERDOARA,

Alex disse...

Olá Sarah, este louvor na versão em português é limda. Não a misture com a versão estrangeira. A versão louvada pela Gabriela Rocha e as crianças no Raul Gil tocaram o coração de muitos e os aproximaram de Deus. Tenho certeza que foi agradável aos ouvidos de Deus. Canta ela você também, e vamos todos parar de falar desta versão estrangeira e louvar juntos a versão em português. Aleluia, Aleluia, se unir só para louvar nunca para ganhar uma discussão.

Jadson Almeida disse...

Poxa, sou cristão, mas sinceramente nunca vi tanta bobagem junta...
A música é apenas uma canção triste que fala de fracassos e mesmo assim cantamos aleluia.
Quem aqui não tem pecados? Mesmo com pecados não louvamos a Deus?
É isso que a canção quer dizer: um triste e sofrido aleluia.
Fiquem na paz.

Eu Esqueci disse...

Ao que tudo indica, o próprio Leonard Cohen vem tentando, ao longo dos anos, compreender o uso da expressão Allelujah (Aleluia). Trata-se de uma palavra hebraica composta por Hallelu – “louvem, glorifiquem” assim no plural mesmo, um chamado a todos – e Jah – uma espécie de diminutivo para Jehovah, um dos nomes bíblicos para Deus. Cohen inicialmente queria manter a tradição milenar de canções com esse termo, mas desvirtuando-o do sentido religioso, como se o seu Hallelujah pudesse ir além disso. Pense nessa palavra como uma forma de exaltar tudo – tudo que é perfeito e o que não é; a vida. Nos versos, isso é permeado pelo sentimento de amar.

“A música explica que existem vários tipos de Hallelujah. Eu digo: todos os Hallelujahs, perfeitos e errados, têm o mesmo valor. É um desejo de afirmar minha fé na vida, não de uma forma religiosa, mas com entusiasmo, com emoção”, explicou Cohen, em entrevista de 1985.

Eu Esqueci disse...

Essa música nunca teve como objetivo atingir a religião. Por isso mesmo foi para o filme, Shrek.
Ta faltando informação, leitura, e muita interpretação por aqui.

Romulo PedrosaNT disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Romulo PedrosaNT disse...

Estão discutindo uma música secular que teve uma versão gospel muito linda interpretada por Jota A.
Esqueceram que Deus usou, inclusive, pessoas tiranas para colocar o povo no caminho novamente? Diga-se, de passagem, alguns eram reis, conquistadores impiedosos. Mas, foram instrumentos usados por Deus, mesmo que através da chibata fizesse com que o povo olhasse novamente para Deus.
Deus usou uma mula. Pq não uma canção?
Estão minimizando o poder do Espírito Santo. Na verdade, não precisaria nada disso. Somente a Palavra.
O resto faz parte de toda uma sistemática de louvor e adoração.
Se pegarmos exemplos de letras de músicas com título gospel, principalmente, no Brasil veremos um festival de heresias. Por isso, cuidado ao escutarem alguns cantores e cantoras. Solicitem aos seus pastores uma análise teológica das letras.
Outros artistas gospel são péssimos exemplos para nós.
Aconselho aos cantores e artistas de nosso meio, estudarem TEOLOGIA para, assim, evitarem erros e até o radicalismos dito aqui: incircuncisos. Isso é linguagem veterotestamentária, por favor. Estamos vivendo a graça do Senhor.
Eu, caso tivesse canções popularizadas Brasil a fora, ficaria muito feliz se um artista secular gravasse alguma. Que ótimo, um incircunciso cantando um louvor e, quem sabe, um dia ele mesmo estará louvando ao Senhor. Não percam as oportunidades. Jota A. mesmo que de forma inconsciente ou não, aproveitou a oportunidade.
Cristo usou em suas parábolas elementos conhecidos da época, inclusive partes de um conto egípcio. O apóstolo Paulo fez uso de pensamentos de filósofos em suas cartas, também elementos conhecidos da época. Tudo aplicado em um contexto que abordaram a temática do reino.
Por último, cuidado, façam tudo com zelo.
Ah, o diabo não faz nada, pois ele não tem a capacidade de criar nada...ele também é criatura.
O homem pode até fazer alguma composição tentando engrandecer ao inimigo, mas isso não é nada. Viram? o homem compõem pq Deus deu a ele a capacidade para elaborar e organizar suas ideias e atos. Mesmo que ele não queira usar em prol do reino, seu talento veio de Deus.
Então, o louvor verdadeiro é inspirado por Deus.

Luiz Martins disse...

Minha cara, eu, sinceramente não vi, a análise que pretendeu fazer da música. Porque vc diz que é blasfêmia? Pequeis por não conhecer. "Conhecereis a verdade e ela a libertará." Todavia, devo te dizer que o caminho que enveredas é o corretor, pois àquele quem bate abrir-se-vos-á.

Futebol Carioca disse...

Perfeito.
Cristo não era cristão, Buda não era budista e Maomé não era muçulmano.
Ambos pregavam o amor.
O que estraga as religiões são os fanáticos!!!

Futebol Carioca disse...

Perfeito.
Cristo não era cristão, Buda não era budista e Maomé não era muçulmano.
Ambos pregavam o amor.
O que estraga as religiões são os fanáticos!!!

Tudo na Planta disse...

Concordo com a colocação do irmão. Vamos glorificar a Deus e deixar de exaltar as trevas, porém também concorda com a irmã de se preocupar com o que vai gravar, porém o verdadeiro louvor e o que sai do coração, agora se fosse Deus que me falasse e blasfêmia, aí sim morreria por essa verdade. Que Deus abençoe seu ministério.

Vitor disse...

Acabei de deixar de deixar de ser cristão. Obrigado ao blog. Pois se ser cristão é ficar criticando uns aos outros e ainda exaltar a defesa de pontos de vista usando a bíblia como escudo, mas a partir de sua interpretação pessoal!
10 mandamentos : 2°Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
Raciocínio simples: naquela época não existia máquina fotográfica! Ou seja todos sem exceção que fazem self ou posam pra fotos não estão de acordo com esse mandamento.
Mas é óbvio que virá aqui uma legião me criticar e colocar outra interpretação.
E parem de discutir usando o nome do Senhor... pois qualquer que seja a discussão ela é sempre em vão. Pois o diálogo de verdade deve ter agressões, inderetas ou disseminar preconceito de qualquer espécie! De outra maneira não se teria nenhuma distinção entre o "mundano" e o cristão.

Vitor disse...

Corrigindo acima o diálogo de verdade deve ser SEM agressões, indiretas ou disseminar preconceito de qualquer espécie! De outra maneira não se teria nenhuma distinção entre o "mundano" e o cristão.
Acrescentando: quer coisa mais mundana do que um ídolo musical? Quer coisa mais mundana do que ficar falando sobre o nome de Deus em uma discussão? Quer coisa mais mundana do que ficar se irando contra o próximo? Ou julgando comportamentos? Ou julgando? Condenando? Queimando o joio antes do tempo? Ou já foi dada a ordem e eu não fiquei sabendo?

marco da costa Costa disse...

É inacreditável os comentários a respeito dessa obra prima que é a música HALLELUJAH do incompáravel Leonard Cohen, amadores dando uma de crítico musical sobre uma música considerada até hoje entre as 10 melhores do mundo por quem realmente é profissional.99% dos comentários inclusive da dona do site são evangélicos e ai aparece somente os 2 neurônios.É de dar dó aonde vai parar as idéias de quem é fanático e obscecado por pecado mas na vida é só isso que pratica e ainda quer dar uma de músico, crítico e compositor.Não que ele esteje preocupado com o que vocês pensam ou deixem de pensar sobre a música dele mas seria melhor para o mundo se vocês evangélicos deixassem de querer saber o que se passa no coração das pessoas que não são da sua religião e portanto pra vocês são todos do diabo.ESSA MÚSICA FOI LANÇADA EM UM MOMENTO DE DIFICULDADES EM SUA VIDA ORIGINALMENTE EM VARIOUS POSITIONS (1984) 7 ÁLBUM DO MÚSICO E POETA CANADENSE.COHEN É NETO DE RABINO E PROFUNDO CONHECEDOR DO JUDAÍSMO E LEVOU APROXIMADAMENTE 4 ANOS PARA COMPÔR ESSA MARAVILHA.É uma música relacionada as consequências do pecado e todo mal que ele traz a vida de uma pessoa.Não fiquem procurando pêlo em ovo e cuidem das suas vidas ao invés de acharem que as pessoas estão com o diabo no corpo.E não fiquem usando o nome do SENHOR EM VÃO,e garanto que vocês já estão sendo julgados seus anjinhos.

Damazio Goncalves disse...

Como alguém acima disse, que as músicas sao inspiradas pelo Espírito Santo, concordo plenamente. Só queria acrescentar: se Ele pode inspirar uma pessoa para compôr uma musica para louvor a Deus e tocar também o coração das pessoas para que elas reconheçam Cristo como Salvador, eu creio que também tem a mesma inspiração para dar a melodia. Eu particularmente não gosto de ouvir uma música uma "cristã" que tenha melodia de uma secular.
O Espírito Santo sendo Deus, não precisa de ajuda humana. E olha que quando o homem resolve "ajudar" Deus o resultado das coisas não são dos melhores. Haja visto o caso se Sara.
Acho que há falei o que precisava.
Que Deus nos abençoe.

alvinofsousa disse...

Perfeita colocação, irmão! Precisamos estabelecer os limites entre o santo e o profano, na medida em que Deus nos capacita e inspira. Acho que não precisamos importar material mundano para dentro de nossas igrejas... Senão, onde estará o limite previsto na palavra de Cristo, que diz: "Estão no mundo mas não são do mundo..."? Fique na paz de Cristo!

Eli Alves disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernando disse...

Olha, depois que vc deletou o comentário do Eli Alvez, nem vou perder meu tempo. Sei da radicalidade fanatizada de alguns evangélicos e como estão inspirados de maneira radical em certas coisas, encontrando demônios até no respirar das pessoas. Minha cara, somos todos pecadores independentes do que fizermos. A salvação esta em Cristo Jesus e não no que vc ou eu, ou até os pastores falarem, não entro neste erro. A salvação esta no interior das pessoas, porque Deus vê lá dentro e não o que expressamos por fora. Salve.Fui evangélico durante quinze anos, me decepcionei, cometemos os mesmos erros da igreja católica que tanto criticamos.

Val silva disse...

Um artista de família Judia , que se formou em letras e autor dessa canção , ganhou o mundo por ser uma bela canção, mais de obra do mal, ao lúcifer que foi um anjo criado por Deus , e que era no céu o mestre regente de melodias , uma adoração com a palavra universal "Aleluia" de forma errada em que o ouvinte não se preocupa em pesquisar a letra e pensa que é de Adoração ao Deus Altíssimo. Uma mentira, por que essa versão original da Canção, fala dos pecados de Davi e Queda de Sansão quando Dalila cortou seus cabelos e ele perdeu sua força. O autor enfatiza na canção, os pecados e falhas de homens de Deus naquela época, e por ser Judeu e também budista é considerado Ateu .

Sammambass disse...

Olá. Não li tudo porque tem muita coisa, mas me detive a ler a conversa entre a dona do blog e um rapaz chamado Ernesto e só quero dizer poucas palavras...
Nos comentários que li, vi muita, mas muita religiosidade (com exceção dos comentários do Ernesto), assim como também percebi muita base apenas no antigo testamento da parte da Sara, me fazendo assim pensar que em suas leituras bíblicas nunca conseguiram reparar no que as atitudes de Cristo expressavam além da parte espiritual.
Eu tb tinha uma visão muito restrita com relação as chamadas "músicas do mundo", até que, ao longo da linda caminhada cristã(uma longa caminhada)entendi o real sentido do texto biblico "não vo conformeis com este século mas TRASNFORMAI-VOS PELA RENOVAÇÃO DA VOSSA MENTE" e como alguém também atuante em matéria de música, percebi que não há pecado algum(e a bíblia não fala absolutamente nada quanto a isso)em ouvir músicas seculares, e assim tb comecei a parar de usa esse termo "do mundo", mas o lance é QUAL MÚSICA ESTOU OUVINDO? Porque na verdade existem músicas que NÃO CONVÉM que eu escute, mas concordo plenamente com o Ernesto quando disse que tem muitas canções seculares que falam mais de Deus e da mensagem biblica do que muitas, muitas, muitas canções ditas "cristãs". Certa vez ouvi a frase - A cultura expressa o evangelho"(mais ou menos assim) - e é verdade. Certa vez fiz uma pregaçao usando uma musica do Lulu Santos que é evangelho puro e simples, assim como o proprio Jesus fazia quando falava pra um pescador sobre "pescar vidas", entre outros momentos que Jesus usou coisas da sociedade para falar do reino de Deus. E hoje, a igreja, em sua grande maioria, principalmente os que se denominam pentecostais, julgam de forma erronea e preconceituosa qualquer pessoa que não seja da sua igreja, isso, da sua igreja, aqui nao falo de "religiao", mas de denominaçoes(sou pastor de uma denominação não petencostal e sou julgado pelo meu jeito, aparencia, etc - mas nao to nem ai). Acho que e preciso, pra muitos aqui, e me perdoe querida, pra você também Sarah, buscar ter um relacionamento mais sincero com Deus, falo no sentido de viver e pregar um evangelho simpeles,pois era isso que JEsus pregava. Acha mesmo que naquela época, Jesus não bebia vinho? mesmo que não havia alcool mas era fermentado e isso tb embreaga(isso esta na biblia, entao nao há como questionar). Acha que as canções que se cantava eram todas "gospel"?(detesto esse termo, isso virou um mundo a aparte, mas isso é outro assunto). Jesus andava com pecadores, se juntava com as tribos urbanas da época, que a sociedade rejeitava.
E sobre o que a musica em questao fala de Davi e o que a Sarah falou sobre "zombar da imagem e semelhança de Deus", vamos lembrar que nós tb somos imagem e semelhança dELe e, SEGUNDO A BIBLIA, todos somos pecadores, todos, na verdade merecemos o inferno, MAAAASSS...pela graça de Deus somos salvos disso. Outra coisa, o proprio DAvi em muitos textos reconheceu o quanto ele vacilou, errou, pecou, porque não podemos falar, lembrar, da decadencia dele e de tantos outros personagens biblicos, assim como a nossa tb? É preciso falar disso tb pois isso tb nos traz edificação..
Bom, eu teria mais uma série de coisas pra falar, mas acho que ate aqui ta bom. Ate porque nem sei se alguem vai ler isso!
Mas que busquemos a simplicidade do evangelho, de Jesus, e busquemos tb enxergar a verdade da mensagem biblica que vai muito além do que nós mesmos entendemos, dos nossos conceitos e com certeza muitissimo além das doutrinas das nossas igrejas.

Mariuche Negrao De Morais disse...

Budista e Judeu também e ateu???? pelo amor de Deus...

ateu
adjetivo substantivo masculino
1.
que ou o que não crê em Deus ou nos deuses; ateísta.
2.
pej. que ou aquele que não revela respeito ou deferência para com as crenças religiosas alheias; ímpio, herege.

Entao voce também e ateu, pois não revela respeito para com as crenças dos outros, herege...

Tenho verdadeiro respeito por tooodas as religiões, e, musica de candomblé, como citou uma pessoa ai em cima, e musica de alguém que acredita estar louvando um ser superior e merece respeito...

O fanatismo religioso e o mal da humanidade. O que vemos hoje entre judeus e mulculmanos não esta longe de se propagar entre evangélicos e outras religiões, embora muitas dessas religiões CRISTAS!

A homofobia pregada nas igrejas evangélicas, o "mundano" interpretado como qualquer ato que não seja da aprovação do PASTOR e não do Senhor, e motivo para ser chamado de blasfêmia.

Deus esta em todas as criaturas, inclusive em vocês... difícil de acreditar, mas e verdade...

edimar marques disse...

É melhor se posicionar bem na entrada e dizer logo que quer adorar a Deus somente, do que ter que ficar se explicando depois. Um louvor desta natureza, pode até encantar e facilitar o 'sucesso' e depois? O reino, se conquista, dia após dia e prefiro encontrar o perfil no cabeçalho e seguir, do que ter que ficar procurando pela 'unção' em águas, as vezes, profundas. Meu apoio Sarah e digo, que não conheço o teu trabalho e continue assim, cuidadosa e se desviando das 'ciladas' que neste ramo que envolve fama e sucesso, poderão facilmente, destruir a tua fé.

Val silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Val silva disse...

Deus esta em todas as criaturas???

Deus Não está em todas as criaturas;
Deus é O CRIADOR DE TODAS AS CRIATURAS.
Deus não habita em qualquer lugar , Deus só habita em lugar limpo , e você pelo visto tem que se Limpar.

Mariuche Negrao De Morais disse...

coitada de voce Val Silva... seus irmaos de igreja devem estar envergonhados dessa sua soberba... voce com certeza deve ser muito pura para mandar alguem se limpar sem sequer saber quem e e a criatura a quem vos fala... amo todas as igrejas, religioes e fieis, sejam eles critaos, judeus, judeus messianicos, calvinistas, protestantes, evangelicos, buditas, espiritas, candoblecistas... Deus nao mandou uma IGREJA, e sim um homem para ensinar o amor entre os homens de boa vontade... mas ha herege em todas as igrejas, seitas e religioes... paciencia ne?

elias disse...

bom eu li a maioria dos comentários e fiquei surpreso de ninguém falar do sentimento da emoção bem a letra original ao deixa duvidas ela e capciosa e zomba realmente da fraqueza do rei Davi mas quem era Davi ninguém um ser humano tao defeituoso ou ate mais do que qualquer um de nos Davi nunca foi destacado pela sua bondade caridade ou inteligencia o que tinha era o que deus lhe dava lhe porque queria ungiu o rei e lhe deu vitorias riquezas e poder porque não tem porque o próprio deus diz eu dou benção e quem eu quero porque ele a e deus sou quem sou , quantos foram os homens e mulheres de deus que fizeram feitos maravilhosos atitudes de coragem e entrega tudo pela fê Abraão Moises Daniel Isaías etc no entanto todos morreram e enoque que segundo as escrituras não fez um quinto dele foi arrebatado vivo porque ele é deus não precisa nem explicar e nem justificar seus atos o que tinha o Davi fé como milhões n tem ter fé em deus e fácil e só olhar para o mundo e ver as maravilhas que ele criou para olhar para nos e ver quantas benção no recebemos sem pedir nem merecer todos os dias como não amar tal ser que e capas de tanta coisa boa pro nos duro e amar o próximo isso que ser humano não consegui e Davi também não tanto que ele tinha trezentas mulheres e mando o cara pra morrer na guerra pra ficar com a mulher dele agora diz esse grande rei que a moca ai cima fala merece o que zombe dele porque ele zombo das bençãos imensas que Deus deu pra ele grande só tem um um e ele aleluia agora vão falar da musica olha eu fui roqueiro muito tempo na minha vida e de vês em quando eu ainda escuto rock a emoção do rock ou do que e profano e diferente do louvor eu nunca vi ninguen chorando num show de rock a gente sente emoção ela e gostosa da euforia uma sentimento meio que animal de poder e violência e um prazer não nego porem o louvor e outra coisa você sente o chão tremer o seu coração quer sair pela boca e um estase de paz tao grande alegria de não sei oque e ai vem o planto o choro mais não de tristeza sim de alegria de felicidade aleluia , olha gente não da pra racionaliza a fê pois fê e sentimento e isso quem entende e o coração e nosso coração sabe diferenciar o que e sacro e o que não é eu convido todos a ouvirem a versão do jota é simplesmente maravilhosa a emoção toma você e ai e só aleluia sem falar da menina que canta com ele demais demais eu imagino quantos encontros com Deus experiencias de conversão e salvação essa versão nao ajudou quantos não se arrependeram e se arrepiaram com a emoção que deste louvor lindo essa musica me força me certeza do poder de Deus poder transformador poder supremo , muito diferente do prazer que vem das coisas da terra das micaretas dos trios elétrico do rock não vou disser que não e legal não condeno ninguém também em ir cada um cada um mas a emoção de louvor é outra coisa você se DEUS é tudo se pode tudo e ele pode porque ele não daria essa lição pro cramulhão porque essa musica como uma balada rock não fez sucesso algum mais com as varias versões gospel ele arrebentou geral e só ver na internet quantas versões gospel e com vários artistas famosos e todas elas foram transformadas em susseso isso e vontade de Deus isso e ALELUIA de Honra A quem Merece Honra Senhor DEUS obrigado pelo espasso e tempo fiquem com DEUS

Sandra Raquel Silva de Oliveira disse...

Paz do senhor Querida irmã. Visualizando um vídeo do YouTube, o qual a irma louvava ao senhor e testemunhava sobre a sua vida na Assembleia de Deus Ministério de Perus, encontrei esse blog. Quando ouvi na igreja o louvor "Deixa eu te usar" Deus respondeu a minha oração. E foi muito lindo e simples. Ele me disse, não vou te curar pra você fazer a minha obra e sim você vai fazendo que eu cuido de você. E no congresso da UMADEMP em Perus ao ouvir o seu testemunho, de quando Deus te inspirou a escrever esse louvor, que muitas vidas seriam alcancadas pelo mundo, o senhor me trouxe a memória, o que ja havia ministrado em meu coração quando o ouvi pela primeira vez. Continue louvando ao Senhor com esse amor e determinação, que o nosso Deus continue te usando para alcançar vidas. Concordo plenamente com o que disse aqui. Quando começamos a orar buscar o senhor em oração, propósitos, consagrações e jejum. É que realmente entendemos o que é servir a Deus. Quando matamos a carne e vivificamos o espírito. Quando vivemos nesse mundo mas não pertencemos a ele, quando não olhamos mais para as coisas terrenas com tanta admiração.Respeito a opinião de todas as pessoas aqui. E aprendo muito. Mas não poderia deixar de contar esse testemunho, pois em Deus não há coincidência...Shalom Adonai.

Matheus Alborghetti disse...

Boa tarde a todos!

Estive vendo o blog (e que, por sinal, Deus o utilize para honra e glória dEle), e gostaria de expor minha opinião sobre um tópico...
A música em si é uma das formas mais sublimes de louvor e adoração. Não há dúvida de que doutrinas e salmos não sejam mais memorizados e interiorizados em nosso ser que através dela Tomo por exemplo o próprio povo israelita que a utiliza(va) para a memorização dos textos sagrados (imaginem ler o hebraico, uma língua que na escrita não há quase nenhuma vogal... só decorando!)
A música tem um forte poder de nos unir mental e emocionalmente a uma mensagem, que normalmente está ligada à textos. Mesmo sem textos, ainda sim passamos emoções somente com peças instrumentais. Isso indica que a música, em si, NÃO é oriunda do mal e muito menos comparável a uma arma... ela é um canal!! Assim como não devemos culpar a uma luneta de nos mostrar o quarto do vizinho, e sim a quem a direcionou...
Sou pianista e sei que há músicas "seculares" que me fazem sentir mais perto de Deus pela genialidade que Ele transmitiu ao compositor (Tristesse, de Chopin), mas há também outras que passam uma carga emocional sem nem utilizar palavras (a famosa Marcha Fúnebre, do mesmo compositor)... a música foi, e é, o meio para se passar o que sentimos e o que pensamos...
Pra não estender muito: mesmo sendo berimbal, instrumentos percussivos, melódicos, harmônicos etc, a intenção e a utilização dos meios que Deus nos deu para louvá-Lo são os principais focos que devemos ser críticos!! O intérprete sem duvida nenhuma pode alterar, e muito, a intenção original, o que nos permite ter uma nova visão de uma mesma peça.
Foquem nas informações racional e emocional das peças, que mostrarão muito de seus intérpretes...
Graça e Paz a todos, em nome de Jesus!

Matheus

Lukas Vinìcius disse...

Ernesto disse...
Olá Sarah, talvez você não me conheça mas sou seu irmão em Cristo e congrego na El Shaddai.
Bem, como aqui é um ambiente público todas as coisas que são postadas estão sujeitas a comentários, sejam eles positivos ou contrários.
O meu comentário é positivo, de uma certa forma, mas contrário ao seu pensamento.

Li o que você postou e admiro a possível preocupação com os louvores entoados a Deus, mas receio que lhe faltou um pouco aprofundamento na sua pesquisa.
Fui ao google e percebi que o PRIMEIRO site que aparece quando a pessoa coloca "Hallelujah Tradução" é o link da tradução da animação Shrek. Realmente, a letra NO FILME fala de "Escuridão" e tudo mais, usando a palavra inglesa "darkness" na estrofe.
Mas conheço essa música há muito tempo, e sempre gostei dela, é uma visão romanciada da queda de Davi, fala um pouco de Sansão (uma frase basicamente).
Fiquei intrigado pela palavra usada por você, "Blasfêmia", e até então não vi nada que blasfemasse o nome de Deus, a não se essa troca de palavras, pois no lugar de "darknesses, na versão original tem "dove" (isso mesmo, a mesma do sabonete) que significa "pomba", então o compositor falou "pomba santa". Nessa estrofe é DEUS falando para Davi. A tradução correta da música original fica:

"Houve um tempo em que você me dizia
Tudo o que realmente acontecia
Mas agora você nunca me mostra, não é?
Mas você se lembra quando eu entrei em você
E a pomba sagrada também entrou
E todo o suspiro que dávamos era um Aleluia"

Ou seja, não tem NADA de blasfêmia.
Quando pesquisei mais a fundo, vi que há um site que fala exatamente isso que você falou, fala até de ato sexual com Deus. Onde tem isso na música? O fato é que não existe isso na música.

Se prendendo mais ao seu título da postagem: "A Blasfêmia da Música "Hallellujah" Interpretada por Jota A no Raul Gil" não há nenhuma blasfêmia na versão cantada por Jota A, da mesma forma que o Lazaro fez a versão gospel da música "Eu Sou De Jesus", antes "mundana" o Jota A cantou uma versão mais "GOSPELIZADA" dessa música.

Sobre Bono e outros cantores classificados por você como "filisteus" e "incircuncisos" só tenho a dizer que infelizmente você cometeu um erro de julgamento.
Bono já se declarou mais de uma vez (e bota vez nisso) publicamente cristão, protestante e tudo, tem até uma entrevista com ele no youtube onde ele fala sobre o seu relacionamento com a igreja. Sobre o passado dele, qnd vc fala "e o resto todo mundo sabe", bem, do passado dele eu não sei de nada, se Deus que é nosso Juiz já esqueceu quem sou eu para lembrar?
acho que realmente voce deveria rever algumas afirmacoes e ter mais cuidado ao postar essas coisas, pois vc como visada no cenario gospel estadual exerce uma certa influencia em quem gosta do seu estilo de musica e seus pensamentos tem o mesmo efeito. Um pensamento equivocado pode propagar pensamentoS equivocadoS.

Fique na paz e espero nao ser interpredo erroneamente

Peterson Volpi disse...

Olha eu não consegui identificar a "blasfêmia" na letra da música não. Até porque a letra citada no Post não corresponde a legítima letra da música. A verdade é que pode ter acontecidl algum erro na tradução ou algum outro equívoco. Mas dêem uma olhada na letra em inglês. Fica fácil de entender, vocês vão ver que não é a mesma letra citada acima.

Peterson Volpi disse...

Olha eu não consegui identificar a "blasfêmia" na letra da música não. Até porque a letra citada no Post não corresponde a legítima letra da música. A verdade é que pode ter acontecidl algum erro na tradução ou algum outro equívoco. Mas dêem uma olhada na letra em inglês. Fica fácil de entender, vocês vão ver que não é a mesma letra citada acima.

Unknown disse...

Concordo plenamente com você. Preciso agradecer pelo comentário! 👏👏👏 Deus te abençoe.

luiz rossi disse...

Grande Leonard Cohen, não é qualquer um que vai entender cada Halleluyah, muito menos Sarah Farias. Blasfêmia é a falta de sensibilidade e compreensão sua sobre a vida. Choramos na dor e na emoção. Amamos certo ou errado, mas enfim, amamos. Quem ama não tem medo de nada, quebra as correntes e algemas, postas pelas religiões, que controlam os mais frágeis e inseguros dos seres.

Maria Adalgisa disse...

Sim, Sarah. Também estranhei quando deu pra entender um pedaço da canção num daqueles programas tipo The Voice, bem o que diz que ela teria arrancado o Aleluia dele.

Maria Adalgisa disse...

Mas, foi mesmo ela que arrancou? Não teria sido ele mesmo?

Dea disse...

👏👏👏👏👍

Dea disse...

👏👏👏👏👏👏👏👍

Calimanf disse...

Como disse Jesus: hipócritas! Erreis em não conhecer as escrituras. Julgam sem saber porem suas atitudes e palavras vos condenam. Vcs não veem que a letra vem da passagem de um pecado do rei Davi talves o maior cometido por ele na bíblia porem relata o amor que o destruiu relata o poço de lamas que ele caiu pelo seu pecado na qual qualquer um pode cair lelata a total rejeição do Senhor Deus a sua atitude. Porém vc erram em não lerem as escrituras pois dos servos do Senhor que caíram em grande erro todos se desviaram e viraram as costas pra seu Deus devido a sua Vingança e Justiça. Davi se manteve de pé firme que Deus teria misericórdia dele sofreu muito Deus cobrou muito dele porem teve misericórdia e o salvou está mulher de tornou sua amada esposa e dela veio a nascer Salomão o grande e sábio rei e deles veio a linhagem de Jesus que viria a ser o Salvador do mundo. Esse texto é ignorado pelos cristãos não é pregado nos pupitos das igrejas por ser considerado blasfêmia mas Jesus diz que devemos nos alimentar de toda palavra de Deus e não só de uma parte dela. As pessoas só se alimentam das partes boas mas o certo é toda ela.

Sueli Car disse...

Maria Adalgisa, não entendi assim como você, o "arrancar o aleluia dele".

Sueli Car disse...

Maria Adalgisa, não entendi assim como você, o "arrancar o aleluia dele".

Sueli Car disse...

Deve ter escrito a letra num momento de profunda angústia. Uma música maravilhosa. Mas concordo que não devemos ficar repetindo letras duvidosas apenas pela beleza da musicalidade.

Luciana Luiza de Almeida disse...

Você é insana! De onde tira tanta besteira.. Ernestamente o Ernesto a a melhor pessoa aqui. Li todos os comentários e cada um que lia me sentia mais distante da normalidade, da humanidade. Quanta informação distorcida, Deus. Sobre a música, sobre Bono. Você já fez algo pelo próximo que chegasse perto do que Bono já fez e faz?? O que você faz pelo próximo além de julgar? Que lástima, perdi pelo menos 20 minutos lendo essa droga.

Luciana Luiza de Almeida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciana Luiza de Almeida disse...

Põe lona que é circo, põe muro que é hospício 🙄🙄🙄

Unknown disse...

Meu Deus! quanta besteira! quem somou nos pra julgar? façamos a nossa parte, sem arrogância ou soberba, mas com humildade! Quem são os pastores para abençoar alguém??? Sinceramente, o que senti nos comentários, é que ós ditos crentes e pastores sesentem acima de qualquer normal... prestem atenção... Jesus veio para ós pecadores e não para os soberbos...

METRE disse...

A musica não é uma blasfêmia, pelo contrario... Na verdade um branco nunca vai entender o que o autor quis dizer na letra.
Não é sobre Davi, é sobre ser escravo e ter fé em Deus.

...Eu soube que havia um acorde secreto
Que Davi tocava, e que agradava o Senhor
Mas você não liga muito para música, não é?...(Davi era musico, isso todos sabem, então alguém fala disso para o escravo)

...Vai assim, a quarta, a quinta
O menor cai, e o maior sobe,
O rei frustrado compõe aleluia...)
ISSO É BLUES!!! Estamos falando de black Music, Soul.
"Quando os deuses deles não ajudaram, pediram ajuda ao Deus dos brancos", Por isso a palavra FRUSTADO.
Por favor estudem sobre etimologia da palavra aleluia!


Imagina os escravos suplicando pela ajuda do Deus dos seus carrascos?
Conseguem imaginar?

...Sua fé era forte mas você precisava de provas(Ainda não convicto da ajuda de Deus)
Você a viu tomando banho do telhado(A chance de fugir...)
A beleza dela e o luar te arruinaram(Ele fugiu...)
Ela te amarrou à cadeira da cozinha(Foi capturado e amarrado no Tronco)
Ela quebrou seu trono, e cortou seu cabelo(Foi humilhado, chicoteado, teve suas roupas rasgadas...)
E dos seus lábios ela tirou um Aleluia(Então ele duvidou de Deus... Ele não quis mais sua ajuda)

Vou parar por aqui... Enfim,tanta besteira me deixa doido!!!




Edgar Fontes disse...

Ernesto que o SENHOR DEUS continue lhe abençoando com sabedoria e decernimento tal qual mostrado no seu texto aqui expostô, sinto-me feliz que ainda tem pessoas que antes de emitir uma opinião pesquisam a fundo o conteúdo, da minha humilde concepção vejo mais atitude cristã que na Irmã Sara Farias, nunca podemos esquecer Mateus 7:1 não Julgueis. Nossa palavra exposta no julgamento do próximo é como o trabeceiro de penas, se espalhar o conteúdo no ar, nunca mais poder juntar todas elas. Assim foi o que a Irmã fez aqui. Sorte foi ter o seu comentário salvador e esclarecedor. Parabéns. O SENHOR DEUS O ABENÇOE.

Edgar Fontes disse...

Ernesto que o SENHOR DEUS continue lhe abençoando com sabedoria e decernimento tal qual mostrado no seu texto aqui expostô, sinto-me feliz que ainda tem pessoas que antes de emitir uma opinião pesquisam a fundo o conteúdo, da minha humilde concepção vejo mais atitude cristã que na Irmã Sara Farias, nunca podemos esquecer Mateus 7:1 não Julgueis. Nossa palavra exposta no julgamento do próximo é como o trabeceiro de penas, se espalhar o conteúdo no ar, nunca mais poder juntar todas elas. Assim foi o que a Irmã fez aqui. Sorte foi ter o seu comentário salvador e esclarecedor. Parabéns. O SENHOR DEUS O ABENÇOE.

renato cesar santos de araujo disse...

Deus tenha piedade do que vcs pensam sobre uma letra que nem o próprio COHEN conseguiu explicar. O cantor falou no woodstock de 1969 que a letra da música hallelujah foi uma dádiva do Senhor. Espero ter contribuído com essas pessoas q só veem o q querem vê.

Ari disse...

Concordo com a posição da Sarah Farias em que Deus é exclusivo e temos que oferecer para Ele algo feito com exclusividade. Se essa musica seja "letra ou melodia" foi feita a principio para Ele, tudo bem, mas se não foi, eu como ministra de louvor descarto. É uma opinião minha. Claro, se não sabemos a origem e o significado podemos até cometer o erro de cantar, mas depois que estudamos e vemos a forma e por quem foi feita é diferente. Sinceramente hoje em dia o nosso problema maior é que tudo é "normal e não tem nada haver". Já vi amigos meus, ministros de louvor também cantarem musicas seculares no seu dia a dia, no seu celular, enfim na sua rotina. Mas quando conheci a jesus o Espírito Santo falou comigo e me pediu que o louvor que saísse da minha boca fosse feito por ele e para ele como sua palavra ensina.

Isso é o que penso, respeito aos amigos que pensam diferente.
Que a graça e a paz de Jesus esteja com todos.

lua disse...

uau! que palavras segregacionistas e sem amor vindas de uma cristã. um "incircunciso filisteu" que lê seu comentário não se sente de forma alguma edificado, muito pelo contrário. eh esse o motivo de mais pessoas não serem alcançadas. tenhamos mais amor, por favor!

lua disse...

uau! que palavras segregacionistas e sem amor vindas de uma cristã. um "incircunciso filisteu" que lê seu comentário não se sente de forma alguma edificado, muito pelo contrário. eh esse o motivo de mais pessoas não serem alcançadas. tenhamos mais amor, por favor!

Pr. Osiris Pacheco Leal disse...

Olá minha gente...vocês já ouviram falar que música é como dinheiro? Tanto um como outro são neutros. Não são bons nem ruins. Tudo depende do uso que se faz de ambos. Quanto à música, o que diferencia uma da outra é a letra. Você pode usar a música para louvar a Deus, mas pode usá-la para fazer apologia à violência. Rick Warren, um conhecido pregador americano declara: "Não existe musica evangélica" - existe, sim, letras evangélicas musicadas. Não sei qual era a intenção do Leonardo Cohen, nem qual sua inspiração, mas a melodia é belíssima. Muitos evangélicos cantam hinos do cantor cristão e de outros hinários sem saber que se trata de musica folclórica, alemã, inglesa, americana com letras evangélicas. Muitos "artitas gospel", compõe musicas e letras com o discurso de ser para "glória de Deus", quando na verdade só estão buscando fama e dinheiro. Foram engolidos pelo "mercado". Caíram na tentação do "tudo isso será seu, se prostrado me adorares" ou "dará ordens aos teus anjos para que nunca tropeces em alguma pedra". Quem pode julgar se o Bono Vox é um Cristão verdadeiro? Só Deus conhece os corações. Agora, chamar os outros de filisteus, pode ser uma atitude temerária e arriscada, pois, na medida com medirdes sereis medidos e com a medida com que julgardes sereis julgados. Precisamos amadurecer. Fomos chamados para ser luz, não para escândalos. Shabat Shalom.

Jesus me ama ! disse...

Li quase todos comentários e aqui deixo 2 versículos.

Tiago: 1. 16.17

Não vos enganeis, meus amados irmãos.

Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.

Gênesis: 4. 21. O nome do seu irmão era Jubal; este foi o pai de todos os que tocam harpa e flauta.(este Jubal descendente de Caim)

Cristian de Oliveira disse...

Vocês têm probleminha!

Edson disse...

Para mim simplesmente a música a música não zomba de Davi mas fala de sua queda por em um momento ter desobedecido a Deus, mas também fala de sua reconciliação por seu reconhecimento do erro,assim como sansão que contou por esta apaixonado para Dalila seu ponto fraco, Mas também se reaproxima de Deus em horação recuperando suas forças no final,tudo mostra assim que nem Davi e nem sansão foram grandes ao desobedecer a Deus, porque toda sua grandeza foi dada e tirada por ele, por isso aleluia a Deus e a música é linda.

Lucas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucas disse...

Mds que mulher burra da porra, não sabe interpretar a letra não? Não tem nada falando de zombaria apenas fala da queda de Davi, outra coisa essa música não é gospel então vá procurar canções na harpa pro seu showzinho. A musica é linda sim e qualquer um pode cantar, a letra é um tanto quanto misteriosa e é nisso que está sua beleza é uma pena que tenha gente ignorante como a anta que escreveu esse texto, blasfêmia é ter de ler um texto lixo como esse.

Mary disse...

Penso igualmente foi blasfema sim quando na musica ele canta aleluia nao é uma adoração é um grito de orgasmo. E ponto e quem nso vê é cego

brazelinofuzaribeiro disse...

A letra e confusa e inteligente, creio que o objetivo da música e que por amor às pessoas tendem a cair , sofrer,se alegrar etc , lembrando que estou falando do amor entre os homens, não o amor de Deus ,se bem que nos dois casos da musica, creio eu que se tratava de atração física,no qual estamos sujeitos a passar por isso é que no fundo ele no seu intendi mentor quis relatar que a questão sexualidade e algo divino , algo que eu creio, sendo realizado entre homem e mulher e casados ,

Gabriel S.Silva disse...

eu considero o seguinte, se algo parece mau para uns e é bom para outros, usemos uma lógica simples, ou é certo ou é errado, não existe meio termo. Portanto, a questão acima, discutida por meus queridos irmãos acaba por ser uma grande perda de tempo, porque não edifica ninguém, pelo contrario, faz com que se persista na busca de uma resolução filosófica. Isso não se resolveu no passado, faz muitos anos que vejo pessoas tocarem no mesmo assunto.
Agora, concordo com minha irmã, não sobre ser uma "blasfêmia", mas em ser uma música mundana, escrita por um monge... cai entre nós, será certo o povo de Deus querer usar o alimento que satanás dá aos seus escravos para tentar atrair pessoas? Isso para mim sempre foi algo um tanto insano. Creio que o ESPÍRITO SANTO é suficiente para nos inspirar à buscar louvores que glorifiquem ao nosso Senhor.
Pior do que qualquer coisa foi ter lido o comentário acima onde foram citados palavrões e insultos, isso só poderia ter vindo de alguém ignorante conforme sua maneira pouco inteligente de escrever.

MARCIUS COSTA disse...

A música não apenas zomba de Davi, mas também faz referência a Sansão, que também teve sérias consequências por causa de uma mulher. A música fala da fraqueza de homens que eram servos de Deus, mas não fala da restauração deles. Isso evidencia uma clara crítica àqueles que servem a Deus. A melodia realmente é uma das mais bonitas de todos os tempos, mas o teor original não tem nada de cristão.

Unknown disse...

Nunca existiu blasfêmia nenhuma ele tocou no adultério de Davi pra mostrar o como é podre a natureza humana e que nem mesmo o rei se livrou de pecar e realmente o pecado destruiu o trono dele essa é a verdade.

Unknown disse...

Nunca existiu blasfêmia nenhuma ele tocou no adultério de Davi pra mostrar o como é podre a natureza humana e que nem mesmo o rei se livrou de pecar e realmente o pecado destruiu o trono dele essa é a verdade.

Unknown disse...

Nunca existiu blasfêmia nenhuma ele tocou no adultério de Davi pra mostrar o como é podre a natureza humana e que nem mesmo o rei se livrou de pecar e realmente o pecado destruiu o trono dele essa é a verdade.

Edgar Stenico disse...

parem de hipocrisia e Continue relendo a letra até entender. O edson entendeu.não tá difícil.

Allan Lawrence disse...

Parabéns, " traduziu " exatamente o que senti quando vi o título da abordagem que a irmã fez. Concordo 100% com vossa forma de interpretar amigo.

Allan Lawrence disse...

Parabéns, " traduziu " exatamente o que senti quando vi o título da abordagem que a irmã fez. Concordo 100% com vossa forma de interpretar amigo.

Juju disse...

Sara, vc está corretíssima, pois eu mesma ia colocar essa música em minha Equipe de Louvor e do nada resolvi pesquisar (é o próprio Deus quem toca na gente) e vi essa letra mais estranha...Pelo amor do Senhor, não entendo quem não consegue ver a mensagem que o cara está cantando, e tem mensagens ainda mais profundas e diabólicas nessa música que passam desapercebidas a maioria das pessoas....

Esse acorde secreto que ele fala me lembra Davi tocando a harpa para o espírito que atormentava Davi sair e quando ele tocava o espírito se ia...mas ele diz, parece se referir ao próprio demônio (assim como as músicas de Raul Seixas):"Mas vc não importa com isso...o rei confuso compondo aleluia"..O que é isso? Será que é um deboche descarado? Ou seja a canção inspirada por Deus que Davi tocava a ponto de afastar o demônio era uma bobagem, que o capeta nem estava aí para aquilo...coitado do Rei confuso compondo a música idiota "Aleluia", mas quem diz que não tem problema falar de Davi, tome cuidado, porque o cara está subliminarmente debochando é de Deus, pois quem deu a canção a Davi foi Deus,quem ungiu a Davi foi Deus...Me lembro em duas ocasiões em relação a Moisés e Samuel que Deus disse: Esse povo não está atingindo vocês não,mas a mim!Ninguém seria idiota de ficar atacando Davi, Davi já morreu,bobagem, o objetivo era ir contra o Deus que Davi servia!

A música debocha da queda de Davi, critica sua fé, transforma "aleluia" em frases de orgasmo...repete sempre o "frio" Aleluia..que estranho,não é?

E sabe porque nossa nova geração de crentes defende esse tipo de coisa? porque agrada os ouvidos e a carne, então é um desperdício parar de cantar ou ouvir uma música tão linda...

E falar que Deus opera, provavelmente deva ser manifestações do Espírito do engano que imita o Espírito Santo para enganar quem busca apenas coisas que lhes agrada...

A Bíblia diz que não devia pegar nada das mãos do estrangeiro para oferecer como oferta a Deus porque faltas nelas haviam (Lev 22:25)

E também .né, gente, depois fala que os crentes são pouco originais, copiam tudo...O diabo inspira canções lá fora e os crentes vão lá copiam as melodias e mudam as letras, afinal o Deus que criou a música não pode inspirar seus filhos?

Daqui a pouco a música "boquina na garrafa" transforma em música gospel: "E vai descendo lá na casa do oleiro, vai descendo lá na casa do oleiro" Eita glória! kkkkkkk . Ignore os erros de Português rsrs

Juju disse...

Corrigindo: "Boquinha da garrafa"

Unknown disse...

Gente, basta distinguir música de canção e tudo fica resolvido. Oque distingue músicas são as melodias, já as canções são distintas pela letra, há muitos hinos da harpa cristã que tiveram suas músicas utilizadas primeiro em canções mundanas, mas depois da conversãode seus compositores , ganharam novas letras e se tornaram hinos, a música é uma arte cuja direção da expressão só pode ser alterada em relação à sensação, mas nunca em relação à informação plena, isso só é notável em casos extremos, já a letra, por uma vírgula pose ter seu sentido pleno totalmente contrário a um outro. Música pertence à natureza,assim como a matemática, é um campo paralelo ao da letra e que só pode ser associado de forma histórica numa obra, jamais por fatores místicos e etc.Letra sim, é impossível de ser distinta da intenção de quem a escreve.Eu ouço músicas, porque sou músico e aprecio música, não acho que músicas são criadas pelo homem, assim como matemática não foi criada pelo homem, são apenas descobertas, onde há mais busca por informação, ali haverá mais riqueza de informação, por isso eu busco informação em toda obra musical, indepedente de quem seja o compositor, pouco me importo com a vida dele, até porque quem save da vida de cada um mesmo é Deus.

Nathan woodstock disse...

Gente, basta distinguir música de canção e tudo fica resolvido. Oque distingue músicas são as melodias, já as canções são distintas pela letra, há muitos hinos da harpa cristã que tiveram suas músicas utilizadas primeiro em canções mundanas, mas depois da conversãode seus compositores , ganharam novas letras e se tornaram hinos, a música é uma arte cuja direção da expressão só pode ser alterada em relação à sensação, mas nunca em relação à informação plena, isso só é notável em casos extremos, já a letra, por uma vírgula pose ter seu sentido pleno totalmente contrário a um outro. Música pertence à natureza,assim como a matemática, é um campo paralelo ao da letra e que só pode ser associado de forma histórica numa obra, jamais por fatores místicos e etc.Letra sim, é impossível de ser distinta da intenção de quem a escreve.Eu ouço músicas, porque sou músico e aprecio música, não acho que músicas são criadas pelo homem, assim como matemática não foi criada pelo homem, são apenas descobertas, onde há mais busca por informação, ali haverá mais riqueza de informação, por isso eu busco informação em toda obra musical, indepedente de quem seja o compositor, pouco me importo com a vida dele, até porque quem save da vida de cada um mesmo é Deus.

Nathan woodstock disse...

Gente, basta distinguir música de canção e tudo fica resolvido. Oque distingue músicas são as melodias, já as canções são distintas pela letra, há muitos hinos da harpa cristã que tiveram suas músicas utilizadas primeiro em canções mundanas, mas depois da conversãode seus compositores , ganharam novas letras e se tornaram hinos, a música é uma arte cuja direção da expressão só pode ser alterada em relação à sensação, mas nunca em relação à informação plena, isso só é notável em casos extremos, já a letra, por uma vírgula pose ter seu sentido pleno totalmente contrário a um outro. Música pertence à natureza,assim como a matemática, é um campo paralelo ao da letra e que só pode ser associado de forma histórica numa obra, jamais por fatores místicos e etc.Letra sim, é impossível de ser distinta da intenção de quem a escreve.Eu ouço músicas, porque sou músico e aprecio música, não acho que músicas são criadas pelo homem, assim como matemática não foi criada pelo homem, são apenas descobertas, onde há mais busca por informação, ali haverá mais riqueza de informação, por isso eu busco informação em toda obra musical, indepedente de quem seja o compositor, pouco me importo com a vida dele, até porque quem save da vida de cada um mesmo é Deus.

Emanuel Rodrigues Barbosa disse...

Não há nenhuma zombaria nessa música! Ela simplesmente mostra as histórias de homens arruinados pela paixão cega a uma mulher. Na verdade o autor se mostra desacreditado do "amor", talvez por um relacionamento ruim, chegando até duvidar de Deus. Nada de mais! Ele quis dizer que mesmo aqueles mais próximos de Deus podem ser arruinados por paixões avassaladoras!

Pry Martins disse...

Essa história de que a pessoa é cristão, evangélico mas continua no mundão pra mim é pura lorota, acreditem ou não, gostem ou não fico com o que diz a palavra de Deus Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas. Mateus 6:24

Pry Martins disse...

Essa história de que a pessoa é cristão, evangélico mas continua no mundão pra mim é pura lorota, acreditem ou não, gostem ou não fico com o que diz a palavra de Deus Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas. Mateus 6:24

Pry Martins disse...

Parabéns SARAH pela sua colocação o que mais vemos hoje é o mundo entrando dentro das igrejas e não a igreja(pessoas) influenciando o mundo. Fico aqui me perguntando se Davi buscava inspiração para compor seus salmos em músicas da sua época, ou se sua inspiração vinha do Espírito Santo de Deus. Certa vez Jesus disse palavras duras aos seus discípulos e a multidão que o cercava, em outras palavras o mestre desceu a chibata e muitos, até mesmo muitos discípulos o deixaram e Eke vira para os seus e diz: e vós não quereis ir também como os outros? Pedro então diz: para onde iremos nós se só tu tens palavras de vida eterna. Hoje é da mesma forma, as pessoas só servem a Deus enquanto lhes convém, quando são confrontadas a deixarem o erro, o pecado agrarram-se a muitas desculpas para justificar seus erros e pulam fora do barco. Deus é amor, o evangelho é amor, prega igualdade, mansidão. Mas se esquecem que Deus também é justo, que servir a Ele implica numa mudança de vida, que é sim sim ou não não, não há nenhuma comunhão entre luz e trevas, Jesus mesmoMuitos me dirão naquele dia: 'Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?'
Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês que praticam o mal!Mateus 7:22_23.
Gostem ou não amigos essa é a verdade, aporta é estreita que co duz a vida e poucos são os que entram por ela.
Porque se ofenderem por filisteus incircuncisos se JESUS certa vez disse
E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?(Mateus 3. 7)
POR FAVOR MENOS MENOS BEM MENOS HIPOCRISIA

Unknown disse...

1 ano de boas discussões! Excelente leitura.

Ane MK disse...

Obras sem fé é morta.
Vc ainda não entendeu o evangelho.

Midian Ferreira disse...

Devido ao puritanismo cantar essa musica para um cristão pode ser sim profanação, mas para a cultura Judaica relatar o pecado/queda de Davi diante de בת שבע, Batsheva não é problema nenhum, mesmo diante do pecado/desobediência da lei ele se arrependeu e voltou novamente a respeitar sua lei e sua cultura, veja o final "Eu estarei de pé diante do Senhor da canção
Com nada em minha língua, mas aleluia", entenda o contexto de cidadão no povo judeus antes de escrever bobagens. Outra tristeza é colocar uma musica em outro contexto que nada tem haver, Dizer que é cristã sem ser, ai quando ver o original se doi por não entender. lembre-se texto sem contexto é pretexto.

Messias Alves De Souza disse...

Como tanta gente inteligente pode dizer tantas asneiras!? Gente,a jovem adivinhadora que pertubou à Paulo dizia a mais pura verdade: Estes homens, que nos anunciam o caminho da salvação, são servos do Deus Altíssimo! O que Paulo fez? Simplesmente expulsou aquele espírito de adivinhação.
Não precisou ouvir uma só palavra que indicasse mentira para que Paulo soubesse que se tratava de um espírito enganador.
Agora, tendo a tradução desta música, como não identificá la com os cultos cananeus que eram regados de luxúria, adultérios, prostituições e orgias literalmente carnais? Isaías 57-3 ao9.
Quando ouvi a canção me apaixonei na hora, mas quando vi a tradução em vário sites, o que ela extraiu dos meus lábios não foi um aleluia, mas, O SANGUE DE JESUS TEM PODER!

Messias Alves De Souza disse...

O adultério de Davi lhe rendeu: um homicídio, quatro filhos mortos( sendo que dois, mortos por seus próprios irmãos), uma filha estrupada pelo próprio irmão e um filho(Absalão)que se deitou com suas mulheres aos olhos de todo Israel! Em que mundo isso serviria de inspiração para compor um hino que adore à Deus e edifique a igreja?

Messias Alves De Souza disse...

Texto fora de contexto e pretexto.
Qual o problema de relatar o que Adão e Eva fizeram?
Qual o problema em relatar o que Caim fez?
Qual o problema em relatar para qualque cultura o que Jezabel fez?
O que há de mais em relatar para qualquer povo de qualquer cultura o que Balaão fez?
Que tem de mais dizer para os quatro cantos da terra o que o diabo faz?
No entanto, você se atreveria compor e louvar à Deus com isso?
Tendo em conta o que aconteceu a cada um deles?
E o que dizer de Nadabe e Abiú? Lev. 10
1e2.
E de Uzá? 2 Samuel 1 ao 7?
Em Isaías 1 do vrs. 1 ao 15 e em Romanos 12-1e2, fica bem esclarecido que não se oferece qualquer coisa e de qualquer jeito à Deus.

luiz tetra disse...

Quando é citado, "entrei em vc a pomba sagrada tambei entrou" isso não sentido sexual? A propria Biblia usa o termo "entrar" para cunho carnal no velho testamento.

luiz tetra disse...

Quando é citado, "entrei em vc a pomba sagrada tambei entrou" isso não sentido sexual? A propria Biblia usa o termo "entrar" para cunho carnal no velho testamento.

Carolina Eler disse...

"se comer carne escandalisa o seu irmão, é bom que não coma." " Se teu irmão pedir para caminhar uma légua, caminhe duas." Pequenos trechos do seu "manual de vida" para fazer refletir acerca de seu comentário "creio que não devo seguir posições humanas apenas para agradar".

daiana tenorio disse...

Meu deus 😲 Jesus esta voltando. .
Pela tradução da música eu fiquei assustada q letra é essa ainda tem o nome de deus é tanta música surgir do
É axe gospel é funk gospel brega gospel forró gospel. ..misericórdia