sexta-feira, 12 de março de 2010

Feridas que temos - mas não sentimos!



No ano passado em um momento de oração com Deus, Ele me deu Jó 5.17 - 23. Esta passagem começa falando que bem aventurado é aquele a quem Deus disciplina, logo em seguida ela diz que Deus fez a chaga e ele a curará. Em algumas versões a palavra chaga aparece como ferida. Quando eu li, de cara, não entendi o que Deus estava querendo me dizer e prestei mais atenção nas partes seguintes do capítulo. Mas em um belo dia - depois daquele dia - entendi direitinho o recado do céu.

Já aconteceu de voce se machucar em algum lugar e não perceber que se machucou? já aconteceu de voce perceber uma pare do corpo dolorida e se perguntar onde aconteceu aquela pancadinha? Pois é....eu, às vezes - pra não dizer quase sempre - super estimo minha força, minha capacidade de resistir à fortes pressões e frustrações, e eu não acho que isso seja ruim....exceto quando deixamos de perceber que realmente fomos atingidos por algo e que precisamos de ajuda. Foi exatamente isso que aconteceu comigo eu estava com algumas chagas e não sabia.

Quando fui pesquisar sobre chaga descobri que a chaga é uma ferida que você não sente. Voce toca nela, sabe que ela está ali mas voce não sente - a menos que algo perfure profundamente a tal ferida.

Em uma conversa muito proveitosa, certa feita, eu despenquei no choro depois de repetir várias vezes uma mesma coisa e de forma bem insolente sobre um determinado assunto. Na ocasião resolvemos fazer uma oração e foi no meu momento de orar que ficou evidente a chaga. Sinto não poder ser mais clara com vocês mas creio que tá dando pra entender né meus amores? Fiquei perplexa pelo fato de nunca ter percebido que eu me encontrava tão ferida - o que me fez PARAR; ANALISAR E ORAR sobre a recente descoberta.

Parar. Analisar. E orar.

Descobri que aquela chaga não me permitiria avançar nem mais um passo pois ela já tinha atingido minha visão. Eu estava vendo tudo distorcido. Não conseguia enxergar as coisas, as pessoas, a vida, os relacionamentos, as oportunidades como elas realmente eram. Tudo o que eu via era alterado pela lente da minha ferida. Então a beleza, a leveza e a simplicidade de tudo se transformava em um fardo muito pesado, complicado e ameaçador.

Querem saber o que eu fiz quando percebi isso? Me encolhi na minha tristeza, na minha dor, na minha fraqueza e pensei: Senhor, a partir daqui a minha ciencia não me ajuda mais... não me levanta.... - Preciso da sua intervenção! Fiquei adoecida ainda por algum tempo. Depois foi que passei a reconhecer o conforto de Deus. O ensino de Deus.

Querem saber se o processo acabou? Não. Estou no auge do processo eu diria. É quando precisamos de médico que valorizamos a capacidade que ele tem de diagnosticar e sarar. Eu nunca perguntei a Deus se eu estava ferida. Pelo contrário, eu evito levar ou criar problema pra Deus. Só levo pra Ele o que eu realmente não consigo resolver com a sabedoria que tem me dado. Mas meu Médico me procurou sem eu ter marcado a consulta para me dizer que eu precisava de tratamento. Tudo o que eu fizer pra Deus é pouco comparado ao cuidado e a fidelidade que tenho experimentado da parte dEle esses dias.

Tenho ouvido e observado mais as pessoas. Tenho esperado menos delas também. Tenho me conformado em apenas amá-las e aproveitar o que elas têm de melhor. Ando mais quieta. Mais segura. Sabendo que não preciso saber tudo. Sabendo que Deus não falha. Sabendo que Ele garante nosso triunfo. Sabendo que nossa vitória é uma questão de honra pra Deus.

O Diabo odeia esse "cavalheirismo" de Deus. Esse jeito certo de manter a palavra e velar para cumpri-la que Deus tem. Bem....................................eu amo a Deus e quero que chegue logo a hora de manisfestar em obras a minha gratidão ao Médico que sara as feridas que nem a gente sabe que tem!

Amo Muito Vocês - Sério!!!

3 comentários:

yara santos disse...

pois é minha mãe as feridas são serias eu posso fala pois ja pasei por isso que eu falo. mas crei que vc vai passa por isso com os olhos fechados sabe porque? porque eu e vc a creditamos em Deus.... HO GLORIA

marcos soares disse...

Sarah... confesso que fique perplexo com essa materia... tenho minhas feridas e estou descobrindo-as e doe quando descobrimos, tmb me isolei me recolhi e me dei de cara com seu blog! que me confortou, e está me ajudando todas as palavras escritas, Creio eu,que Deus juntou todos seus dedos no teclado para digitasse cada palavrinha pq está tão claro como agua oq ele fala para mim... entrar em contato comigo por favor sarah...
me manda um e-mail /, marcospraise@hotmail.com

marcos soares disse...

Sarah manda teu e-mail se puder... ok