segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Se eu mudar..é claro!


2010 será diferente. Meu futuro será diferente. Minha vida será diferente.

Como é complicado reconhecer nossas próprias limitações. Como é bom arrumar um responsável pelo fracasso que alcança a nossa tenda. Como é agradável apontar!

Eu fico cada vez mais preocupada com a quantidade de crentes que, não conseguindo alcançar uma vida de sucesso, responsabilizam a Deus pelos seus "quases" da vida: eu quase isso...eu quase aquilo! Como eu escuto frases do tipo:...Deus não quis! Não era aquele emprego! Não era aquele curso!Não era aquela igreja!

aaaaaaaaaaaaaaarrrfff!

Acontece mesmo de Deus não querer algo, no entanto, analise se você se esforçou o bastante; se você não criou confusão; se você se preparou o quanto podia; se não dormia no ponto; se entendeu bem o que acontecia ao redor...

Uma certa vez conheci uma moça bonita, atraente e muito agradável que relatava sua trágica união matrimonial que durou apenas 8 meses. Foi trágica mesmo pessoal!...e, ela disse que seus amigos diziam: Foi assim porque foi voce que escolheu e não Deus!..então ela perguntava: como vou saber se sou eu quem está escolhendo ou se é Deus? Achei um tanto intrigante esta colocação dela - realmente - como saber quem está com a mão no leme?

Não é difícil saber não! Olha, cada motorista tem uma forma de dirigir um veículo. Se eu pegar em um carro, um bom observador ou alguém que me conheça bem saberá de olhos fechados que estou no volante. Deste mesmo jeito dá pra saber quando o Papai do céu está na frente. Ele tem o jeito dEle de dirigir, de parar no sinal, de acelerar, de trocar de marcha, de estacionar e o bom é que Deus não muda, então está descartada toda possibilidade de mudança. Essa jovem, antes do "Sim" acreditava que Deus interferiria caso Ele não quisesse aquele casamento. Olhando direitinho, não precisava acontecer nada a mais do que já acontecia pois nas confusões da convivência no namoro já dava pra ver que Deus não aprovava aquela escolha! Então pra quê forçar a barra e obrigar Deus a descer do céu?

Outro caso é o de um irmão que reclamava demais do emprego nos grupos Wall Mart. Achava que trabalhava demais e o salário era pouquíssimo - dizia ele. Um dia faltou no emprego para uma entrevista em outra empresa; foi aprovado e quando começou a trabalhar na nova empresa descobriu que o trabalho de lá era pior e não havia chance de ascendencia. Então decidiu voltar para o antigo gerente da Wall Mart e pedir arrego. Para sua tristeza, de acordo com as regras internas, ele só poderia tentar trabalhar lá novamente depois de 5 anos. Essa pessoa não pode reclamar da vontade de Deus ou culpar outras pessoas. Ela precisa mudar seus pensamentos para se adaptar aos desafios reais da vida!

Quando eu entendi Romanos 12, muita coisa mudou em minha vida. Quando passei a me esforçar para aceitar a vontade de Deus, a vida se tornou menos cansativa. Tem coisa que a gente vê de cara que não é de Deus, mas por não guardar o coração, por carencia, por falta de esperança, arriscamos e quando as consequencias chegam atribuímos a Deus ou às pessoas.
Como aceitar a vontade de Deus? Não é fácil. Dá até raiva, às vezes. Mas quando passa a raiva, vem o alívio. Vem a paz. Aceitar a vontade de Deus estar além de entendê-la. É aceitar e silenciar. É baixar a cabeça e guardar seus argumentos. É conhecer a Bíblia e não fazer de conta que NÃO entendeu alguma parte dela. É humilhação. É renúncia.

O que me ajuda é a confiança que aprendi (com muito sofrimento e privações) a ter na PESSOA de Deus. Quanto mais voce confia em Deus mais seguro voce fica. E pra confiar é preciso conhecer pois só confiamos em quem conhecemos. Como conhecer este Ser que não vejo?
Entre no seu quarto, arrume uma Bíblia e deixe-a sempre por perto. Se ajoelhe. E diga: Eu abro a minha mente e o meu coração para ACEITAR E ENTENDER entender a Tua vontade. Repita quantas vezes quiser.
Aguarde um pouco. Voce vai sentir algo diferente nesta hora. Palavras vão fluir dos seus lábios e voce vai começar a contar sua história pra Deus. Vai chegar um dia que Deus vai começar a contar a história da sua vida na versão dEle. Aí é o início de um novo nível de confiança em Deus, daí pra frente é surpreendente tudo o que vai acontecer. Pode crer. Não é conversa fiada. É experiencia pessoal.

Rio de Janeiro, 2010.

12 comentários:

Gladiator disse...

A conversa com vc - e principalmente suas músicas, me curaram da intolerância pelos evangélicos. Eu também estava sendo muito fundamentalista.

Mas ainda não concordo que Deus faça acepção de pessoas. Todos temos defeitos, todos cometemos pecados. Nem por isso Deus abandona alguém ou então o destina à morte, ainda mais por problemas psicológicos ou genéticos... Isto é cruel e injusto.

Nem Deus abandonaria um diamante e pegaria outro, porque um está coberto de água, e o outro de barro. Isto não tem sentido.

Se há tantos diamantes embaixo da terra, por que não extraí-los?

Jazanias Oliveira disse...

Gladiator,

Eu queria acrescentar algumas coisas ao que disseste, embora isso não esteja diretamente ligado a essa postagem.

Deus não faz acepção, mas ele faz diferenciação. Nós fazemos acepção quando olhamos para o status social de alguém, para a cor da pela, nacionalidade..., enfim, coisas que alguém possua. Deus não olha da mesma forma para o homem, pois Deus não ver coisas boas neles, como disseste, pois os padrões de Deus são santíssimos e nós pecadores, e aquele que consideramos elevado (Is 64.6; Lc 16.15) é de nenhuma relevância diante de Deus.

Deus não seleciona com base naquilo que a pessoa é, mas com base naquilo que Ele quer fazer através de quem Ele escolheu (Dt 7.7-8; 9.4-6; 1 Cr 17.21; Ef 1.3-5; 2.1-10; Tt 3.3-6; Rm 9.6-24). Deus declara em sua palavra que os que não são seus filhos [filhos adotivos por meio do Espírito Santo] são filhos do diabo, filhos das trevas, e os tais permanecem sob Sua ira [a Justiça de Deus em ação] (Jo 3.36). Abraão gerou a Ismael, o primogênito, mas Isaque era o filho da promessa. Isaque gerou a Esaú e a Jacó, mas Deus inverteu a ordem da liderança e disse que o mais velho serviria ao mais novo. Jacó não mostrou um bom caráter na sua juventude, mas Deus o escolheu, o transformou e dele gerou as tribos de Israel.

Temos defeitos, isso já nos deixa sob condenação, mas felizes os perdoados (Sl 32.1-2). A grande questão: quem define o que é justo? A Escritura deixa claro que a justiça de Deus requer a restituição pelo pecado, ou seja, alguém pagará a ofensa. As ofensas dos salvos foram pagas em Cristo, e quem não tem a Cristo não tem como escapar da JUSTIÇA de Deus, ou seja, condenação. O pecado não é desculpado por alegações de supostas causas "psicológicas" ou "genéticas". O pecado corrompeu todas as áreas do indivíduo, deixando-o incapaz e indisposto para o verdadeiro bem (Rm 8.7). A incapacidade para fazer o contrário é a consequência da escravidão ao pecado, mas quando o FILHO liberta, verdadeiramente se é livre.

Deus não abandonaria um filho dele, mas não é verdade que todos são filhos (Jo 1.12-13), pois nem todos nasceram de Deus. Gladiator, na tua analogia ficaria o seguinte: nem todos são diamantes, nem todos estão sob o amor salvador de Deus (Jo 3.36). Da mesma massa, Deus faz vasos para honra e para desonra (Rm 9.21; Dn 4.35), e claramente se lê: "O SENHOR fez todas as coisas para determinados fins e até o perverso, para o dia da calamidade" (Pv 16.4).

A justiça é definida nos termos de Deus, e por definição bíblica os atos de Deus são atos de JUSTIÇA. Como eu não quero me desviar muito da postagem atual, terminarei com o seguinte:

Pois ele diz a Moisés: Terei misericórdia de quem me aprouver ter misericórdia e compadecer-me-ei de quem me aprouver ter compaixão. Assim, pois, não depende de quem quer ou de quem corre, mas de usar Deus a sua misericórdia. Rm 9.15-16

Gladiator, espero que o que escrevi e os versículos citados te ajudem a ter uma visão mais ampla do que Deus faz e que o homem não tem direitos sobre a graça e salvação de Deus, caso contrário, a graça seria dívida. Procure saber quem definiu o "cruel" e "injusto" no teu vocabulário. Todos os seres humanos aceitam essa definição? Quem é capaz de impor uma definição e julgar a todos os homens por ela?

Que a tua renovação de entendimento te leve a entender que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável (Rm 12.2). Que os teus pensamentos sejam levados cativos em obediência a Cristo.

Gladiator disse...

Nenhuma folha de papel poderia falar por Deus.

Na minha humilde opinião, Deus é feito de espírito, e não de papel.

Somente no interior podemos compreendê-lo. A Bíblia não é apostila de biologia. É um livro de reflexão espiritual, um estímulo para se alcançar o contato com a sabedoria superior.

Mas não quero mais discutir. Sejam felizes!!

Gladiator disse...

E como é que Deus vai dividir o mundo entre "seus filhos" e "fihos do satã"??? Isto é absurdo!! Não foi Deus que criou TODO o Universo? Não são todos criações da Mente de Deus??

É por isso que vcs evangélicos cometem o pecado da acepção de pessoas.

Se vocês não forem capaz de ver o Espírito de Deus em todas as suas criações, vão permanecer na ilusão de dividir a humanidade entre justos e injustos, entre bons e maus, entre "filhos de Deus" e "filhos de Satã".

Por isso que disse que as pessoas são todas diamantes, ou seja, todos são filhos de Deus, mas a maioria de nós permanece na ilusão de estar separado de Deus, "na lama". Mas lama nenhuma tira o valor de um diamante.

Jazanias Oliveira disse...

Gladiator,

Disseste:
Nenhuma folha de papel poderia falar por Deus.

Como você sabe disso? Estás falando de qual Deus? É verdade que uma folha não fala, mas nada impede o Deus bíblico de registrar sua vontade na Escritura (2 Tm 3.16-17).

Disseste:
Na minha humilde opinião, Deus é feito de espírito, e não de papel.

Alguém disse que Deus é feito de papel? Não fantasie, detenha-se ao que foi dito. Em que é relevante a tua humilde opinião? Por que você acha que Deus é espírito?

Disseste:
Somente no interior podemos compreendê-lo.

Quem disse? Se no meu interior eu o compreendo de maneira contrária a sua, vc estará errado? Eu? Ambos? Como julgar?

Disseste:
A Bíblia não é apostila de biologia. É um livro de reflexão espiritual, um estímulo para se alcançar o contato com a sabedoria superior.

Alguém disse que ela é uma apostila de biologia? A bíblia também é um livro de reflexão espiritual, mas ela está muito mais focada na ordem social regida pela Lei de Deus, que estabelece a verdadeira ordem, as verdadeiras definições do bem e do mal, certo e errado. Ela fala sobre política, economia, penologia, criação de filhos, papéis do homem e mulher, agricultura... enfim, estabelece princípios e diretrizes sobre tudo no pensamento e ações humanas.

Disseste:
Não foi Deus que criou TODO o Universo? Não são todos criações da Mente de Deus??

E? Como vc sabe que Deus criou TODO o universo? Se foi na bíblia, por que não aceitar também que a filiação divina se dá por meio da regeneração realizada pelo Espírito Santo? Por que não aceitar que criação, na Escritura, não implica em ser filho de Deus? Quem diz o que é verdade ou não na Escritura, a tua imaginação? Tome a bíblia na sua inteireza ou jogue-a fora. A autoridade por trás de um texto está por trás de todos os outros.

Disseste:
É por isso que vcs evangélicos cometem o pecado da acepção de pessoas.

Se vc deixar a bíblia definir o que é esse pecado, vc cometerá menos erros no seu raciocínio. Se um "evangélico" deixar de pregar a mensagem de arrependimento e crença no evangelho a uma pessoa por ser pobre, rica, preta, amarela, estrangeira ou da terra,..., ela terá cometido o pecado de acepção. Mas o simples fato de identificar/diferenciar pecadores não arrependidos faz parte da conduta cristã para buscar levá-los ao arrependimento. Ou se está com Cristo ou não se está com Cristo (Jo 3.36). A mensagem de arrependimento e fé deve ser pregada a todos em todos lugar (At 17.30)

Disseste:
Se vocês não forem capaz de ver o Espírito de Deus em todas as suas criações, vão permanecer na ilusão de dividir a humanidade entre justos e injustos, entre bons e maus, entre "filhos de Deus" e "filhos de Satã".

Isso foi bem "monista", uma descrição de maya. Os que creem pertencem a um grupo, os que não, a outro. Não se pode ser e não ser ao mesmo tempo e na mesma relação. "Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim", disse Jesus. Ou se está nesse caminho/verdade/vida, ou não se está. Grupos distintos.


Paz ao povo de Deus e àqueles a quem Deus chamar.

Jaza

Sarah Farias WatchGirl disse...

me sinto feliz e honrada em proporcionar, no blog, um momento tão rico. Jaza vc existe? Me orgulho em te conhecer. Gladiator...Deus te ama e nós também...creia.

Prilíder!!!!! disse...

Sarinha preciso tanto falar com vc!!
aiii!!
bjus!!

marcos soares disse...

concordo com vc !!E sarah,torço ñ ñ ñ torço não Oror por vc hehehe.
Ministra de Fogo

karoline disse...

Sarah amei o seu texto, ele falou profundamente comigo. Qts vezes não conseguir identificar se era realmente Deus que estava na direção da minha vida, e ainda hoje muitas vezes fico na dúvida de quais são os sonhos de Deus para minha vida. Essa palavra mim levou a uma reflexão...
Fica na paz.

Amanda_Tintino disse...

Amei o post sobre relacionamentos,acho que vc deveria postar mais assim,sinto uma certa falta desse tipo de ministração no nosso meio e milhões de desculpas por não estar aqui com frequência...
Bjos

yasmin gomes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
yasmin gomes disse...

sarah adorei lhe conhecer espero lhe encontrar mais vezes.você é uma pessoa incrivel.sou muito sua fã