segunda-feira, 11 de maio de 2009

Prefeito Cícero Almeida Veta Projeto de Lei que Cria Feriado do Dia do Evangélico...Humm....!

Leiam e depois eu vou fazer outro post com a minha opinião sobre essa decisão do "prefeito do povo" - que inclusive, eu votei nele duas vezes. E leia a minha postagem abaixo depois dessa, por favor!



Polêmica na Câmara Municipal de Maceió. O prefeito Cícero Almeida vetou o projeto de Lei que cria mais um feriado na capital alagoana, o Dia do Evangélico. O veto seguiu para ser analisado pela Câmara, mas depois de muita discussão, a apreciação do veto foi adiada.

O projeto de Lei de número 5.942/09 é de autoria do vereador João Luiz (PP), que defende a criação do feriado no dia 31 de outubro, como é comemorado em outros locais, inclusive a capital federal, Brasília.

No entanto, o prefeito vetou o projeto, alegando inconstitucionalidade. Segundo o documento lido pelo vereador Galba Novaes (PRB), o projeto contraria uma lei federal que fixa em quatro o número máximo de feriados municipais. "Nós podemos instituir o Dia do Evangélico no dia 31 de outubro, mas não pode ser feriado", afirmou Galba Novaes.

O veto do prefeito chegou a ser colocado para apreciação dos demais vereadores, mas foi adiado devido a ausência do autor do projeto, João Luis, que está em Israel. "Não há instituição de maior credibilidade que não seja a Igreja. E ela não precisa de feriados para fazer suas obras", disse o vereador Alan Balbino (PP), acrescentando que o feriado seria uma forma de reconhecimento aos trabalhos executados pela Igreja.

O pastor Marcelo Gouveia (PRB) usou a tribuna para dizer que, na comissão, vetou o projeto porque ele fere a Lei Federal. "Acredito que todos os dias sejam dias do evangélico", afirmou.

A apreciação do veto do prefeito deve ser feita na sessão da próxima semana.


Fonte: Tudo na Hora

6 comentários:

LEONARDO NAVES disse...

Sarah, concordo plenamente com o estabelecimento do dia do evangélico, acredito que como na própria capital brasileira referencia em tantas coisas, pode também ser referencia para nos neste quesito. Além disso, instituiu este dia, para muitas que nao sabem, o dia 31 de outubro é marcado como o dia da reforma protestante de Martin Lutero, este homem que enfrentou a igreja catolica, foi perseguido e mudou daquele dia em diante a história do cristianismo. entao por que nao um dia para ser recordado isso? no lugar de dia das bruxas como muitos lembram e isso é um fenomeno de agora, os chamados haloween!? logo, me pergunto tem dia de tiradentes, tem dia de padroeira, tem dia de emancipação, de todos os santos, até o dia do morto (finado), e porque nao o nosso dia?
fica aqui registrado isso, faço das minhas palavras aquilo que o vereador alan balbino citou em plenaria. além de sermos uma democracia, se existe feriado para catolicos poruqe nao para nós também. o que muito me deixa atordoado é o prefeito do povo dizer que é inconstitucional, quantas coisas sao inconstitucionais e estao ai né! nem preciso falar pois a desgraça esta na vista de todos.

Tatiana Lira disse...

Eu também deixo aqui o meu protesto não contra o prefeito Cícero mas contra essa decisão que pode sim ser revogada, e pra isso estamos nós aqui "evangélicos", para lutar por esse objetivo louvável, pois já que existe dia até do morto como bem disse o irmão Leonardo, e porque não dos evangélicos que tem contribuido para esse município crescer e esse país também, afinal somos brasileiros que contribuimos e muito com impostos as vezes até abusivos, e merecemos sim ter esse 31 de outubro como um grande dia de reflexão e adoração ao nosso Deus, Prefeito Cícero Almeida, continuo admirando o teu trabalho mas tem uma coisa o senhor não ganha eleição só com votos de católicos, espíritas e etc, mas principalmente com votos dos evangélicos então nos presentei com esse presente especial!!! Tenho certeza que o senhor repensará sobre esse assunto, pois somos muitos nessa capital!!!

Sarah Farias WatchGirl disse...

Amém!!!!

Gostaria de acrescentar que o dia da Reforma não foi apenas uma denúncia contra as barbaridades da Grande Senhora Feudal, mas também um convite à democracia, às escolas públicas, ao conhecimento popular que era restrito aos monges e nobres.

Martinho....que corajem este homem teve!

Não vejo a hora de comemorar esse dia.

31 de outubro.

lidiane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lidiane disse...

concordo plenamente com vocês esse dia deve sim existir,esse dia tem que ser comemorado;afinal existe farios feriados católicos feriados que comemora "dias santos" e pelo q eu me lembre ninguem vetou esses dias por que então veta um dia que está presente na nossa históra,na história do cristianismo?.Espero em breve comemorar o meu dia o dia do evangélico.

Natállia Guimarães disse...

Assino em baixo de tudo o que foi exposto aqui! Infelizmente é visível a inclinação que nossos parlamentares têm à coisas negativas, e quando finalmente alguém se levante e/ou surge uma oportunidade de promever uma coisa, dia ou ação sã, aí, pizzaaaa!!!Também concordo com o estabelecimento desse dia, e lamento pela atitude de nosso prefeito, que tanto admiro.Mas nosso dia chegará!