quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Falta Palavra...só isso!














Acabei de chegar em casa... com uma vontade de comer chocolate....

Sei que prometi escrever sobre algo que Deus tem me falado desde a minha ida à Barra pra descansar;

Imagine vc sair de sua casa na expectativa de que Deus vai falar , vai mostrar, vai direcionar, e Deus diz: volte e ore mais em casa e leia mais a minha Palavra em casa; então mostrarei o que vc quer. Pasmei! era exatamente aquilo que eu estava ouvindo, e o que se seguiu foi uma reclamação do Ministério de Emergência do Céu - Deus me fazia sentir sua tristeza pela falta de palavra na igreja. Eu canto e amo cantar, sei que o louvor é poderoso, que liberta, conforta, atrai a presença de Deus, mas tenho certeza que o louvor por si só não transforma.

Vou de igreja em igreja, show em show, e o que vejo é gente chorando, se arrepiando, caindo...

aí penso: Esse povo é tremendo, o Brasil tá bem servido de unção, poder, santidade, OPS! santidade? aí é mais quinhentos...
NÃO SOMOS SANTOS E NÃO ESTAMOS NEM AÍ PRA ISSO PORQUE PRA CHORAR E SE EMOCIONAR NÃO PRECISA SER SANTO

Desculpa a franqueza gente.
Mas para amar a palavra, para aguentar lê-la sem vontade, para aceitar o que ela diz como verdade absoluta é só para os que buscam santidade.
Vejo crentes anemicos, sem profundidade, sem convicção e vou me decepcionando cada dia mais com nossa geração.
Deus tem me mostrado também o quanto a Igreja está longe dos problema sociais...e enquanto isso os homossexuais se aproximam mais e mais do povo e de seus dilemas. Como o diabo conseguiu organizar um mundinho bem abaixo do nariz da Igreja ;

um mundo de mulheres separadas que odeiam casamento porque não conseguiram alguém que lhes amassem;
um mundo de mulheres que foram agredidas a vida toda por seus companheiros e hoje são amparadas por gays e ativistas sociais;
um mundo de pobres que aprenderam a conviver com a pobreza e vivem às custas do favor dos outros;
um mundo de estudantes universitários revoltados com o capitalismo, com o governo, com as regras e com Deus ou com qualquer coisa que seja maior que eles;
um mundo de filhos sem pais , sem afeto, prontos para entregarem sua devoção ao primeiro grupo que oferecer o que eles não tiveram em casa: atenção!
e onde nós estamos? nas nosssas casas assistindo TV, na internet atualizando nosso orkut e nos nossos cultos lotados de crentes - só crentes, que nem isso fazem direito.
Na hora de aceitar uma verdade é mais fácil ficar com quem te ampara no dia a dia. Foi isso que eu vivi quando cantei semana passada em um evento repleto de gays, mulheres que já tinham sido espancadas e universitários ateus. Eles me olhavam como quem dizia: essa daí vive no país de Alice. Lógico! Eles sofrem o ano todo e eu não apareci e agora eu chego cantando paz, alegria, perdão, e salvação. Foi lá que me lembrei da crítica do senador. Ele tem razão: somos falsos gente - pregamos o que não vivemos.
em 2009 vou sair das quatro paredes e vou amar esse povo com atitudes e não com palavras apenas.

Hoje a Drª Kilza me ligou e conversamos muito sobre 2009. Ela me convidou a fazermos uma alinança de apoio do Maceió de Joelhos ao Desperta Débora e vice-versa. É de Deus!
e ....advinha o que Deus tem falado pra ela?
Falta Palavra....só isso! A Palavra.



13 comentários:

Amanda disse...

Muito Obrigado Sarah por responder meu coment.
Bom Deus compartilhou com vc algo q tmb já estava em meu coração no mês de Outubro cantei aqui na igreja a no meio da canção comecei a ministrar sobre sair das quatros paredes e amar e buscar as almas que estão lá fora se perdendo e desamparadas,nós sabemos que a salvação é individual,mas não devemos chegar ao ponto de ser tão egoístas e não pregar ao nossos colegas,amigos e familiares.A igreja precisa de uma palavra q venha Despertar os verdadeiros adoradores q venham ser exemplo nas nações e pregar o q vivemos realmente e subir nos púbitos somente pra ver a glória de Deus operando nas vidas e não para nos exaltar!!
Bjoos
A Paz do Senhor!!

Amanda disse...

Ah,Sarah o q era o barulho lá na barra hein??

Fabricia Nathália,Deus de Conquista disse...

OLA e muito bom fala de sarah farias a refraita de jesus rs.....a qual eu amo e adimiro pois o que falar eu assino em baixo rs....linda do senhor referencial para um tao grande naçao .... amo vc beijos

roseli disse...

É engraçado vc falar q sentiu toda essa urgência, q Deus colocou em seu coração, para terminar dizendo qem 2009 vai fazer alguma coisa. Enquanto isso as pessoas vão continuar sofrendo,muitas morrendo e vc se propõe a responder a essa urgência em 2009 com um super projeto.EXISTE UMA URGÊNCIA, EXISTE UM CLAMOR PRARA O DIA Q SE CHAMA HJ, NÃO PRA AMANHÃ.

Sarah Farias WatchGirl disse...

Amandaaaaa, o barulho não era nada, acredita? ou melhor não vimos nada. o diabo gosta de nos dispersar quando estamos orando, lendo a Palavra...bjusssssssss

Obrigada irmã Roseli pelo comentário.Bem, visto que estamos nos ultimos dias de 2008, não poderei fazer muita coisa ainda este ano, o que não quer dizer que não estamos fazendo nada! Nunca parei detrabalhar pra o senhor, desde os 5 anos até hoje. Quando falei sobre sair das quatro paredes é amar o povo e levar manutenção emocional e material além da manutenção espiritual.
Como Jesus nos manda fazer planejamentos, eu preciso planejar antes de executar pra que a torre não caia e obra não fique inacabada (lucas 14. 28-29).
Deus a abençõe!

dudusrock disse...

Oi Sarinhah. Gostei muito do que você escreveu. É isso mesmo. Infelizmente hoje em dia o pessoal tem se deixado levar muito pela emoção, achando que emoção gera o mover do Espírito. Falta dedicação ao estudo da Palavra e uma vida de oração. Parabéns e que o Senhor continue te abençoando e usando em sua obra.

Shei disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Shei disse...

Pois é minha cara, devemos amar as pessoas com atitudes e não com palavras apenas, principalmente palavras tão preconceituosas, vindo de uma pessoa que se considera um canal. O preconceito é causado pela ignorância, o não conhecimento do outro, do que é diferente,pela falta de respeito. Você bem sabe como devemos ter cuidado com aquilo que falamos, pois o preconceito leva a discriminação, marginalização e violência e normalmente tais atitudes vem acompanhadas e justificadas por teorias como a sua. Pobres que aprenderam a conviver com a pobreza? Você acha que alguém aprende a conviver com privações e humilhações?
O pior é aprender a conviver e propagar a pobreza de espírito...
Um mundo de mulheres separadas que odeiam casamento porque não conseguiram alguém que lhes amassem? E as mulheres que convivem em um casamento sem amor por conveniência? Para dar “satisfações” a sociedade? Vamos deixar de hipocrisia, o mundo não precisa de falsos profetas e você precisa de um choque de realidade. Saia da terra do nunca, tire seus óculos Mormai e veja a realidade da vida minha cara. Mais HUMILDADE!!!!!!

vanimota disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sarah Farias WatchGirl disse...

Desculpa demorar responder gente...tô sem net esses dias.

Minha cara Shei,
Obrigada por participar do Blog e agregar valor com seu comentário, mesmo discordando de mim...hehehe::::::OBRIGADA!

Só sabe do que eu estou falando quem já ajudou pessoas nestas situações...conheço muitas pessoas que a pobreza é uma "moleta" pra viverem pedindo e dependendo dos outros; pessoas preguiçosas que reclamam de qualquer emprego que vc arrumar pra eles...EXISTEM SEMPRE AS EXCEÇÕES...mas é isso que vejo sempre. Já arrumei emprego pra muitas pessoas que preferem depender dos outros, e há também aqueles que SÃO EXCELENTES TRABALHADORES...que não são o perfil das pessoas que citei na minha postagem.
Quanto às mulheres, as quais também me referi, são aquelas que DESITIRAM DE SER FELIZ E PREFERINDO A SOLIDÃO NÃO DÃO CHANCE A FÉ E A OUTRO RELACIONAMENTO...foi disso que falei.
Não vivo na terra do nunca , vivo na terra de Hebreus 11 onde tudo é possível. Jesus não foi preconceituoso, nem estava na terra do nunca quando confrontou a mulher samaritana; ele abriu o leque de uma nova oportunidade pra ela, na qual, ela não precisaria sofrer de novo na vida sentimental.
Não concordo com " viver de aparência para dar satisfações à sociedade"; não é isso que Deus quer de nós e por isso nunca sugeri isso no meu comentário.
Enfim, muito obrigada por postar, isso quer dizer que vc se importa com o mundo e vou procurar escrever melhor minhas opiniões para não soar como preconceito.
Grata,
Sarah

Shei disse...

Obrigada pela resposta minha cara! Concordo com você, a pobreza muitas vezes é uma "moleta" pra algumas pessoas, embora a realidade delas seja outra e de não possuírem voz, seja pelo preconceito ou pela falta de oportunidades e estudos. Porém, assim como existem pessoas que vivem “dependendo da pobreza” existem pessoas que fazem da pobreza uma forma de autopromoção, para se mostrarem salvadores, essa atitude ainda vêem acompanhada pelo agravante de se mostrarem donos da verdade, fazendo da pobreza alheia um meio de vida , vaidade ou ambições políticas.
Acho que um grande passo para a melhoria do mundo seria olhar para o outro sem preconceitos, sem julgamentos. Gostaria muito que as pessoas ao irem para Igrejas, se preocupassem com suas atitudes e coração e não julgassem quem ora com mais profundidade ou convicção, por que isso é tão subjetivo que não cabe julgamento. Gostaria de ouvir testemunhos de pessoas que digam que mudaram como seres HUMANOS e não que obtiveram algum ganho material. Em relação aos comentários, seria bom mesmo você escrever melhor suas opiniões, por que no meu ponto de vista, infelizmente, a maioria dos seus comentários soa preconceituosos.

vanimota disse...

Irmã Shei, sua opnião me conquistou, os seus comentários são muito bem fundamentados, deixa o endereço do teu blog.

Jéssica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.